Jogos Londres 2012/Bastidores - ( - Atualizado )

Presidente do COI exalta sucesso do programa antidoping olímpico

Londres (Inglaterra)

Uma das grandes preocupações do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da organização dos Jogos Olímpicos dizia respeito ao doping. Porém, antes do encerramento da competição em Londres, o presidente do COI, Jacques Rogge, disse que os esforços para lutar contra a dopagem na 30ª edição das Olimpíadas foi um sucesso.

Até a parte da manhã deste domingo, somente um atleta havia testado positivo para uso de substâncias proibidas nos dias de competição em Londres. Esse esportista foi o judoca norte-americano Nick Delpopolo, cujo exame de urina mostrou traços de maconha. Outros sete atletas foram pegos desde que o período oficial de testes começou, no dia 16 de julho.

“Eu acho que isso é um sinal de que o sistema funciona. Estou feliz pelo fato de que pudemos detectar atletas que trapacearam, nos Jogos e a antes dos Jogos”, disse Rogge.

O dirigente ainda revelou que outros 117 casos de atletas banidos de competições foram registrados desde abril, o que evitou que eles fossem até as Olimpíadas. “São 117 trapaceiros que não vão afetar os resultados dos competidores limpos”, frisou o belga.

O COI havia dito que o atual programa antidoping seria o maior da história dos Jogos Olímpicos. Cerca de seis mil amostras de sangue e urina foram coletadas. Jacques Rogge falou que algumas desses materiais ainda estão sendo analisados e, em breve, os resultados serão divulgados.

AFP
O presidente do COI, Jacques Rogge (c), se mostrou satisfeito com o sistema antidoping adotado nos Jogos de Londres

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade