Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mesmo a sete gols da meta, Barcos não promete passar dos 27 no ano

William Correia São Paulo (SP)

Apesar de a comissão técnica discordar, os últimos resultados provam até uma certa dependência do Palmeiras com Barcos. O jogador marcou todos os cinco gols do time neste mês, quando a equipe acumulou três vitórias e duas derrotas. E chegou a 20, faltando sete para cumprir sua meta de balançar as redes 27 vezes nesta temporada. Mas, apesar do momento, ele não se empolga a ponto de prometer mais.

“Quero seguir nesse caminho. Sei o que tenho que cumprir e estou em um bom caminho, tenho que segui-lo”, disse o argentino, já sonhando, porém, com o churrasco que Luiz Felipe Scolari lhe prometeu caso atingisse seu objetivo. “Deus queira que o Felipão me pague um churrasco. Ele falou que ia pagar”, declarou, sorrindo.

“Foi lindo, importante, mas falta muito. Tenho que seguir. Os gols que estão saindo têm sido importantes para as vitórias, que são do grupo. Todos colaboram para fazermos gols, não importa quem faz. O importante é que o Palmeiras ganhe”, continuou, extremamente humilde.

Djalma Vassão/Gazeta Press
As finalizações do centroavante têm sido precisas: ele marcou todos os cinco gols do time neste mês
Apesar da alegria e de sua clara importância no Verdão, o centroavante adota discurso contido. Não demonstra ficar à vontade nem para falar sobre uma possível artilharia no Campeonato Brasileiro – já marcou seis gols na competição, enquanto Fred, do Fluminense, lidera a lista com nove.

“O mais importante é estar sempre lutando pelo objetivo do Palmeiras, que está crescendo e saindo de uma situação que não merece”, afirmou, aliviado pela última vez que balançou as redes, na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, nessa quarta-feira, que tirou o time da zona de rebaixamento.

“O gol foi lindo. Fiquei contente, foi muito importante por ter feito o Palmeiras ganhar. Fizemos uma partida boa contra o Fluminense e perdemos, mas contra o Flamengo conseguimos os três pontos que necessitávamos”, comemorou. No lance, na verdade, ele só teve o trabalho de aproveitar uma bola espalmada por Felipe dentro da pequena área, mas precisou de reflexo e bom posicionamento para isso.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade