Futebol/Recopa Sul-americana - ( - Atualizado )

Neymar perde pênalti e Santos fica no 0 a 0 com La U pela Recopa

Santiago (Chile)

O Santos empatou com a Universidad do Chile, em 0 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Nacional de Santiago, no jogo de ida da decisão da Recopa Sul-americana. O Peixe criou boas oportunidades no primeiro tempo, principalmente em pênalti desperdiçado por Neymar, mas viu a La U também perder boas chances de gol durante o restante do confronto.

O último pênalti perdido por Neymar havia sido contra o Once Caldas, no Pacaembu, no jogo de volta das quartas-de-final da Copa Libertadores do ano passado.

Os santistas voltam a enfrentar os chilenos no dia 26 de setembro, no Pacaembu. Agora, o time alvinegro retoma as suas atenções para o Campeonato Brasileiro, no qual duela com o Palmeiras, em clássico marcado para o próximo sábado, às 18h30 (horário de Brasília), no Pacaembu.

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Santos começou a partida melhor e criou boas chances para marcar nos primeiros minutos.

A primeira boa oportunidade santista aconteceu aos oito minutos, quando Neymar recebeu bom passe de Ganso, driblou honny Herrera e, ao invés de tentar o chute de perna esquerda, tentou ajeitar para o pé direito, mas acabou bloqueado pela zaga da Universidad do Chile.

AFP
Neymar escorregou na hora de bater o pênalti e jogou a chance de abrir o placar por cima do gol de Herrera
Pouco depois, aos 14, o Peixe teve mais uma grande chance de gol. Neymar fez boa jogada individual e cruzou para a área, buscando acionar Ganso. O centroavante André atraiu a marcação chilena e a bola sobrou para o camisa 10 ajeitar, cortar o seu marcador e bater de perna direita. Herrera desviou a bola, evitando o primeiro gol alvinegro.

Mais presente no campo de ataque, o Santos desperdiçou a sua melhor oportunidade quando Neymar sofreu pênalti, após grande lance individual. Aos 18, a Joia foi para a cobrança da penalidade, só que o camisa 11 escorregou na hora do arremate, no gramado castigado pela forte chuva que caiu sobre Santiago, chutando a bola por cima do gol de Herrera.

O domínio do Peixe foi interrompido na parte final do primeiro tempo. A La U passou a se arriscar mais no ataque e levar perigo ao gol de Rafael. Aos 32, Rodríguez recuperou a bola para os donos da casa e tocou para Marino, que fez ótimo cruzamento pela direita. Na hora de cabecear, Lorenzetti foi interceptado por Bruno Peres. Desta forma, o lateral direito santista evitou o gol chileno.

AFP
A partida ficou marcada pela intensa velocidade no meio. As faltas foram a saída para coibir os avanços.
Com 37, a Universidad do Chile assustou mais uma vez o goleiro alvinegro. Rodríguez, dentro da área, fez o pivô para Aránguiz, que chegou de trás para finalizar com um chute forte e colocado, no ângulo direito de Rafael. No meio do caminho, o arremate foi desviado pelo zagueiro Durval e quase enganou Rafael, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Antes do intervalo, a La U ainda teria mais uma chance. Aos 41, Acevedo escapou da marcação de Juan pela direita e cruzou, Bruno Rodrigo afastou parcialmente, e Lorenzetti emendou um belo chute, que passou à esquerda do gol de Rafael.

AFP
Neymar ainda acertou uma bola no travessão da La U, mas não conseguiu fazer a diferença nesta quarta
Na volta para a etapa complementar, a Universidad do Chile continuou melhor e criando boas oportunidades. Aos cinco, Mena fez o levantamento da esquerda, na cabeça de Gutiérrez que, desequilibrado, não conseguiu direcionar corretamente o toque, mandando a bola por cima do travessão de Rafael.

Com mais dificuldades para chegar ao campo de ataque, o Santos viu o técnico Muricy Ramalho sacar André para a entrada do argentino Miralles, aos 20, procurando dar mais velocidade ao setor ofensivo da equipe.

Na busca por um gol, o técnico argentino Jorge Sampaoli trocou o volante Matías Rodríguez pelo atacante Christian Bravo, aos 32, visando intensificar a pressão da La U sobre o Peixe nos minutos finais do confronto. Três minutos mais tarde foi a vez de Guillermo Marino sair para a entrada de Ezequiel Videla.

Mesmo superior em campo, a Universidad do Chile não conseguia chegar mais com tanta facilidade ao gol na parte final do segundo tempo.

Já a equipe santista, que nos últimos minutos contou com Felipe Anderson na vaga do argentino Patrício “Patito” Rodríguez, quase alcançou a vitória em um lance inesperado de Neymar. Aos 43, a Joia aproveitou boa jogada de Ganso e Felipe Anderson, dominou a bola no lado esquerdo da grande área e, praticamente sem ângulo, arriscou um chute colocado. A bola explodiu no travessão de Johnny Herrera.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade