Jogos Olímpicos 2012/Vôlei - ( - Atualizado )

Mesmo com vitória da Seleção, Ary Graça dispara contra arbitragem

Londres (Inglaterra)

A partida pelas quartas de final do vôlei feminino nos Jogos Olímpicos de Londres contra a Rússia terminou em resultado positivo para a Seleção Brasileira, que venceu por 3 sets a 2, mas não deixou de render polêmica: o presidente da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), Ary Graça, fez duras críticas contra a arbitragem.

“Já avisei, vamos usar a tecnologia e acabou, não tem mais conversa. Não posso admitir que um jogo maravilhoso, um show para a torcida, seja decidido por um erro de arbitragem”, declarou o mandatário em entrevista ao SporTV.

A irritação se deve a um erro da arbitragem quando no tie-break quando o placar apontava 11 a 9 para o Brasil. Um ataque de Fernanda Garay poderia ter encerrado a partida, mas a falha recolocou a Rússia na partida.

A situação fez Ary Graça relembrar outro episódio parecido, mas com um resultado pior para a Seleção Brasileira: no Campeonato Mundial de 2010, a equipe foi derrotada pela Rússia na final também com erro da arbitragem durante o tie-break.

“O jogo precisa ser decidido pelo atleta, não pelo juiz, como aconteceu em 2010 quando perdemos uma final para a Rússia no tie-break com um erro clamoroso do árbitro e agora vem esse fulano e comete esse erro”, disparou.

Na quinta-feira, às 15h30 (de Brasília), a Seleção Brasileira decide uma vaga na final contra o Japão. O vencedor disputa na medalha de ouro contra o Estados Unidos ou Coréia do Sul, que se enfrentam também na quinta-feira, às 11 horas (de Brasília).

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade