Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Vitória deslancha no 2º tempo, bate o Goiás e segue folgado na ponta

Salvador (BA)

Em duelo de duas equipes que habitam o G-4 da Série B, o Vitória teve paciência para conseguir bater o Goiás, no Barradão, por 3 a 1. O resultado manteve a equipe baiana na liderança do Campeonato Brasileiro, com os mesmos cinco pontos de vantagem para o segundo colocado Criciúma, após 26 rodadas disputadas.

Ponteiro há agora nove jogos, o time de Paulo César Carpegiani conseguiu seu primeiro gol logo no primeiro minuto, com o atacante Elton. A vantagem baiana, porém, não passou dos 15 minutos da primeira etapa, quando Renan Oliveira acertou chute de fora da área e empatou.

Diante de um complicado rival, então invicto há seis jogos, o técnico Paulo César Carpegiani colocou Marquinhos e Dinei em sua equipe. Os dois jogadores foram decisivos já que deram as assistências para que Elton, aos 25, e Tartá, já aos 32, fizessem os gols que definiram o triunfo da equipe mandante.

Com 57 pontos ganhos, o Vitória tem cinco de vantagem para o Tigre, atual vice-líder. Antes do título, porém, há a busca pelo acesso, tarefa cada vez mais próxima: são 11 à frente do Atlético-PR, primeiro clube fora da zona dos que estaria classificados para a elite do futebol nacional. O Goiás, por sua vez, parou nos 49 pontos e na terceira colocação. A equipe de Enderson Moreira está à frente do São Caetano, quarto colocado, apenas pelos critérios de desempate.

O JOGO -A equipe mandante não demorou a abrir o placar no Barradão. Com um minuto, o meia Tartá cobrou escanteio para dentro da área e a defesa do Goiás não afastou. Elton aproveitou a sobra dentro da área para fuzilar o goleiro Harlei e colocar o atual líder da Série B em vantagem.

Atrás, o Goiás ainda tentou uma rápida resposta, mas o Rubro-negro conseguiu conter seu rival até os 15 minutos. O ex-meia do Atlético-MG Renan Oliveira acertou um forte chute da meia-lua, que o goleiro Deola não conseguiu segurar: 1 a 1. Nos cinco minutos seguintes, o Vitória ainda criou duas chances, mas não conseguiu realmente assustar a defesa esmeraldina.

O jogo tornou-se mais aberto e entre os 26 e 27 minutos, tanto o time goiano, quanto o de Salvador, perderam oportunidades, com Ricardo Goulart e Michel, respectivamente. Apesar do jogo aberto, as duas equipes não criaram grandes chances até o final da primeira etapa e os times seguiram para o intervalo com o empate por 1 a 1.

Logo no retorno, o Goiás mostrou estar disposto a virar fora de casa e Walter tomou a bola de Fernando Bob. No lance, o atacante, com passagens por Internacional, Cruzeiro e Porto, de Portugal, bateu forte e acertou o travessão de Deola. Para tornar-se mais ofensivo, Carpegiani tirou o volante que errou na jogada e colocou o centroavante Dinei.

Com o jogador vindo do banco, o Vitória criou duas importantes oportunidades, mas que serviram apenas para incendiar a torcida no estádio. O gol iria sair apenas aos 25 minutos: Marquinhos, que entrara na vaga de Willie, fez boa jogada pelo lado direito e cruzou para Elton. O centroavante se posicionou e cabeceou cruzado, sem chances para Harlei, que apenas torceu.

Sete minutos depois, o golpe final: Tartá tabelou com Dinei, entrou na área e tocou por cima de Harlei. A bola entrou mansamente no gol esmeraldino, colocando o Vitória com dois gols de vantagem no placar. Aos 37, depois de dar a assistência, o centroavante ex-Palmeiras poderia ter feito o seu, mas mandou em cima de Harlei. No final, o Esmeraldino ainda fez uma pressão, mas parou nas mãos de Deola, que ajudou a garantir o 17º triunfo na Série B do Vitória.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade