Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Na volta à Allianz Arena, Bayern vence Valencia em jogo emocionante

Munique (Alemanha)

Quatro meses depois de ser derrotado em plena Allianz Arena pelo Chelsea e ficar com o vice-campeonato da Liga dos Campeões, o Bayern voltou ao estádio nesta quarta e venceu o Valencia por 2 a 1 em partida emocionante, válida pela primeira rodada da fase de grupos da competição europeia.

Com o resultado, os bávaros, vice-campeões na última temporada, conquistaram seus três primeiros pontos. Já os espanhois seguem sem nenhum ponto. No próximo dia 2, o Bayern de Munique visita o Bate Borisov na Bielorússia. No mesmo dia, o Valencia recebe o Lille no Estádio de Mestalla.

O jogo – O Bayern começou a partida melhor, marcando o adversário no campo dele. Com Ribery e Robben trocando de posições, o ataque bávaro buscava confundir a marcação dos espanhois. Lahm também era bastante acionado, e, ao lado de Schweinsteiger, Kroos e Pizarro, formava um lado direito forte para o Bayern.

Mesmo assim, os bávaros esbarravam na marcação adversária, que se tornava cada vez mais forte quanto mais próxima ficava do gol de Diego Alves. O lateral esquerdo Cissokho fazia uma partida magistral, segurando o ímpeto ofensivo do Bayern, sem perder uma bola. Por outro lado, o Valencia pouco chegava ao ataque, mal conseguindo ficar com a bola no pé.

Aos 37 minutos, finalmente, o Bayern conseguiu transformar volume de jogo em gols. Ribery fez boa jogada pelo meio e passou para Schweinsteiger, que empurrou para o gol, de fora da área, abrindo o placar. Vale lembrar que o volante perdeu um pênalti na fatídica partida contra o Chelsea, que selou o vice-campeonato bávaro.

AFP
Schweinsteiger comemora o primeiro gol do Bayern; volante havia perdido pênalti contra o Chelsea na final
Mesmo com a vitória, o técnico da equipe alemã, Jupp Heynckes, optou por substituir Ribery no começo da segunda etapa, escalando Thomas Müller no lugar do meia francês. De qualquer maneira, o Valencia começou a esboçar uma pequena reação, ficando mais com a bola no pé e levando certo perigo, principalmente com as descidas de Feghouli. Neuer, que havia ficado praticamente parado durante os 45 minutos iniciais, começou a ser mais exigido, ainda que de maneira um tanto quanto tímida.

O Bayern, no entanto, mostrou que não estava dormindo. Aos 15 minutos, Kroos mandou um belo chute de esquerda de fora da área. Diego Alves, de mão trocada, mandou a bola para fora da área e fez uma defesa mais bela ainda.

Quase ao mesmo tempo, ambos os técnicos resolveram mexer em suas equipes. Pizarro deu lugar a Mandzukic no Bayern, e Jonas saiu para Valdez entrar no Valencia. Pouco depois, foi a vez de o treinador da equipe bávara fazer sua última substituição, botando o brasileiro Luiz Gustavo no lugar de Javí Martinez, que vinha fazendo uma partida discreta.

AFP
Dante (esq), do Bayern, disputa bola com o centroavante Valdez, autor do gol do Valencia
Tais mudanças não alteraram, no entanto, a quantidade de posse de bola de cada equipe, com o Bayern dominando amplamente. Tanto que aos 30 minutos Kroos, mais uma vez de fora da área, bateu bem, desta vez sem chance para Diego Alves, ampliando o placar para 2 a 0. A partir daí, o Valencia ia cada vez mais para o ataque, deixando diversos espaços na defesa e quase sempre sofrendo com os contra-ataques.

Assim, as emoções não acabaram ali. Ainda deu tempo de, aos 45 minutos, Valdez receber bola pelo alto, após cobrança de escanteio da direita e diminuir para a equipe espanhola. Um minuto depois, Robben foi derrubado na área, e o juiz marcou pênalti, expulsando Rami. Mandzukic, em sua estreia na Liga dos Campeões, foi para a cobrança, mas Diego Alves foi bem e defendeu, botando fogo no jogo. O árbitro, no entato, preferiu dar fim às emoções e encerrou a partida, para a alegria de boa parte das 68 mil pessoas presentes à Allianz Arena.

BATE Borisov surpreende e derrota Lille fora de casa – A grande surpresa do Grupo F foi a vitória do BATE Borisov, da Bielo-Rússia, sobre o Lille por 3 a 1, fora de casa. Mesmo jogando na França, o time do Leste Europeu não se intimidou, derrotando os adversários com gols de Volodko, Rodionov e Olekhnovich. O Lille ainda descontou com Chedjou, mas parou por aí. A vitória levou os bielo-russos a três pontos na competição, enquanto os franceses seguem sem nenhum ponto.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade