Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Mercedes contrata Niki Lauda e assina Pacto de Concórdia

Stuttgart (Alemanha)

Esta sexta-feira foi um dia agitado na Mercedes. Depois de anunciarem a contratação do britânico Lewis Hamilton, que sai da McLaren para reforçar a equipe alemã, o time anunciou mais um grande reforço para a próxima temporada: Niki Lauda, que será presidente não-executivo doconselho diretor.

O ex-piloto austríaco, tricampeão do mundo em 1975, 1977 e 1984, correndo por Ferrari e McLaren, já trabalhou como dirigente na maior categoria do automobilismo mundial, tanto no começo da década de 90, na Ferrari, quanto no início dos anos 2000, quando atuou nos bastidores da Jaguar.

Lauda foi mediador das conversas entre a Mercedes e Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, nas negociações relacionadas ao Pacto de Concórdia, acordo que rege a divisão de lucros entre as equipes da categoria.

Ross Brawn, chefe da Marcedes, o time alemão terá que brigar por título na próxima temporada, responsabilidade que vem depois das contratações anunciadas.

“Nos últimos três anos, preparamos as fundações e os blocos de construção que são necessários para lutar regularmente pelo título mundial. Nos bastidores, montamos um time que é tecnicamente forte, mais experiente e com mais recursos, graças ao apoio da Petronas e de todos os nossos leais parceiros”, destacou Brawn. “O potencial agora nos permite competir contra qualquer outro time do grid, o que é o padrão mínimo para uma equipe de fábrica da Mercedes. Nossa tarefa agora é transformar este potencial em performance de pista para a próxima temporada e além”, finalizou o britânico.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade