Futebol Internacional/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Real fica atrás duas vezes, mas vira sobre City no fim com Ronaldo

Madri (Espanha)

Em um jogo eletrizante a partir do primeiro gol, o Real Madrid aplicou uma virada para cima do Manchester City nesta terça-feira, no Santiago Bernabéu, e venceu por 3 a 2 na estreia na Liga dos Campeões da Europa. O resultado coloca a equipe na liderança do Grupo D, considerado o grupo da morte por ter quatro campeões nacionais.

Edin Dzeko abriu o placar aos 23 do segundo tempo de uma partida que era parada, mas viu Marcelo marcar um belo gol para empatar aos 30. Kolarov, aos 40, colocaria o City outra vez na frente. Querendo por fim à má fase – o Real vinha de derrota e só venceu a primeira partida no Espanhol –, Mourinho colocou o time para cima. Benzema fez um gol de artilheiro e o Real Madrid dançou o vira-vira com o português Cristiano Ronaldo, que desempatou a partida aos já aos 44.

As equipes voltam a jogar pela Liga dos Campeões em 3 de outubro. O Real Madrid viaja até Amsterdam para encarar o Ajax, enquanto o Manchester City tem pela frente o Borussia Dortmund em casa.

O jogo – O Real Madrid começou melhor com um Cristiano Ronaldo sedento por um gol. Antes dos 15 minutos, o atacante já havia chutado quatro vezes a gol e obrigado Joe Hart a fazer boas defesa. Em um contra-ataque quase mortal aos sete minutos, Higuaín lançou de três dedos o português, que passou por Kompany e bateu forte, Hart espalmar.

Depois de mais dois chutes decepcionantes do craque, o jogo esfriou bastante. Samir Nasri ainda sentiu lesão na coxa e precisou ser substituído.

O Real Madrid só voltaria a assustar aos 39, quando Di María encontrou Higuaín livre, nas costas de Kompany. Surpreendido pela falha do zagueiro belga, o atacante argentino tentou desviar com a ponta do pé, mas encobriu o gol.

Na volta do intervalo, a equipe da casa partiu para cima e, nos primeiros minutos, rondou perigosamente a área adversária. Apesar disso, o primeiro lance real de perigo só veio aos 15 minutos, com Marcelo tirando tinta da trave de Joe Hart após bater de fora.

A postura defensiva do City seria premiada aos 23 minutos da segunda etapa, quando Yaya Touré puxou um contra-ataque mortal. Dzeko, que aparecia pelo lado oposto, recebeu na área e deslocou Casillas para abrir o placar.

Na sequência, Touré teve a chance de ampliar, mas bateu caindo na saída do goleiro do Real e acertou as redes pelo lado de fora. A partir daí, a partida pegou fogo.

Logo no ataque seguinte, Marcelo empataria com um golaço. Da entrada da área, cortou para o pé direito e bateu no ângulo de Joe Hart. 1 a 1 no Santiago Bernabéu. Com a igualdade, o Real começou um bombardeio e obrigou Hart a nova série de defesas, além de acertar a trave em chute cruzado de Benzema.

Benzema ainda iria de vilão a herói na partida. Aos 40 minutos, cometeu falta boba em Zabaleta. Na cobrança, Kolarov colocou direto no canto de Casillas, que espera um cruzamento. Um minuto depois, o centroavante francês marcaria como um legítimo artilheiro.

O vira-vira foi legitimamente português. Cristiano Ronaldo recebeu na esquerda, cortou para dentro e bateu forte. Joe Hart ainda tentou defender, mas não conseguiu evitar o gol de desempate.

Borussia Dortmund também bate Ajax no fim

Quando tudo parecia se encaminhar para uma rodada com dois empates no grupo da morte da Liga dos Campeões, o artilheiro Lewandowski garantiu uma vitória do Borussia Dortmund sobre o Ajax, por 1 a 0. O gol da vitória alemã veio apenas aos 43 minutos do segundo tempo, quase simultâneo ao de Cristiano Ronaldo, na Espanha.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade