Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Pressionado, Internacional recebe Sport para manter sonho do G-4

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Não há mais desculpa: o Internacional precisa voltar a vencer se quiser continuar como postulante a um lugar dentro do G-4 do Campeonato Brasileiro. Com apenas uma vitória nos últimos oito jogos, o Colorado recebe o Sport, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), sabendo da necessidade absoluta de conquistar os três pontos para tentar se aproximar da zona da Libertadores. A distância para o Vasco, quarto colocado, subiu para seis pontos no meio de semana.

A necessidade de ganhar o jogo é explícita nos discursos dentro do vestiário do Beira-Rio. “Agora, temos dois jogos em casa onde somos obrigados a somar seis pontos para ficarmos perto do G-4. Temos que engrenar agora, nestas duas partidas em casa, contra Sport e Bahia, até porque depois temos Cruzeiro e Santos fora”, projetou o vice de futebol colorado, Luciano Davi, após o empate na última quinta, com o Botafogo, no Engenhão.

Mesmo com a má campanha recente, o técnico Fernandão se mantém otimista quanto às chances de o Inter ir para a Libertadores: “claro que ainda dá tempo de chegar. Mas não adianta falar nisso e o resultado não vir. Esse ponto (contra o Botafogo) não vai valer à pena se nós não fizermos os dois próximos resultados em casa. Quem quer brigar por essa vaga tem que vencer em casa. Tem que existir sequência e regularidade”, afirmou.

Com o Beira-Rio em obras, a direção do Internacional faz promoção para que, ao menos, 15 mil dos 18 mil lugares disponíveis no estádio estejam ocupados no domingo. Em relação à equipe titular, a novidade será a estreia do jovem Rodrigo Dourado, escolhido para substituir o suspenso Elton porque Josimar e Ygor estão lesionados e Bolatti não pode atuar em virtude do acúmulo de estrangeiros.

Se o Inter tem necessidade de vencer sua partida para se aproximar do G-4, o Sport precisa pontuar por uma questão ainda mais importante: a sobrevivência na primeira divisão. Atualmente, a equipe pernambucana está na 17ª colocação, com 23 pontos. Mesmo que ganhe no Beira-Rio, não sairá da zona de rebaixamento nesta rodada.

“Precisamos ter calma, levantar a cabeça e seguir trabalhando forte. Nosso time está crescendo, e a confiança do grupo é muito grande. Fomos guerreiros dentro de campo, mas o futebol é muito competitivo. A vitória não veio, mas estamos de parabéns pela entrega em campo”, ponderou o experiente lateral Cicinho, após o empate em 1 a 1 com o Bahia, na Ilha do Retiro. Nos últimos cinco jogos, o Sport conquistou oito pontos.

Sem fazer mistério, o técnico Waldemar Lopes confirmou, nesta sexta, a equipe que deve atuar no Beira-Rio. São poucas mudanças em relação ao time que vem reagindo no campeonato. Na zaga, Bruno Aguiar começará o jogo no lugar do suspenso Diego Ivo.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X SPORT

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de setembro de 2012, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)

INTERNACIONAL: Muriel; Edson Ratinho, Rodrigo Moledo, Índio e Zé Mário; Rodrigo Dourado, Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião
Técnico: Fernandão

SPORT: Saulo; Cicinho, Edcarlos, Bruno Aguiar e Renê; Tobi, Rithely, Moacir e Hugo; Gilsinho e Felipe Azevedo.
Técnico: Waldemar Lemos

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade