Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Grosjean lamenta acidente e é defendido por chefe da Lotus

Enstone (Inglaterra)

O Grande Prêmio da Bélgica começou agitado com uma confusão logo na largada, que deixou o espanhol Fernando Alonso e o inglês Lewis Hamilton de fora da corrida. O acidente foi creditado a um erro de Romain Grosjean, mas o chefe da Lotus, Eric Boullier, saiu em defesa de seu piloto.

Grosjean admitiu o erro e lamentou ter causado um acidente de grandes proporções, que prejudicou a corrida de outros pilotos. “De certa forma, foi um pequeno erro, mas um grande acidente. Não estou aqui para paralisar a corrida nas primeiras curvas”, declarou em entrevista a agência Reuters.

AFP
Erro de Romain Grosjean na largada em Spa foi punido com uma corrida de suspensão

O representante da Lotus ainda se disse satisfeito por ninguém ter se ferido, porém lembrou o quão difícil foi receber a notícia de sua punição. Ele ficará afastado da próxima corrida. “Estou muito feliz por ninguém ter se ferido. Mas, devo dizer, é uma decisão muito dura de ouvir”.

Ao menos, Grosjean tem o apoio do chefe da Lotus. Boullier não acredita que o piloto tenha total responsabilidade pelo acidente. “Ele não foi responsável por sete incidentes, ele estava envolvido em sete”, ressaltou.

O chefe da Lotus também relembrou da jovialidade do piloto, que deve aprender com o ocorrido em Spa-Francorchamps. “Todos os pilotos ao redor dele, quando começaram suas carreiras, também tiveram seus acidentes na curva do aprendizado”.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade