Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Pior visitante, Verdão quer ao menos uma vitória contra Galo e Vasco

São Paulo (SP)

Após levar mais de 30 mil torcedores ao Pacaembu na vitória sobre o Sport, quinta-feira, o Palmeiras terá uma série de duas partidas fora de casa e, mais do que tentar sair da zona de rebaixamento, o time precisa melhorar seu rendimento como visitante. Dos dez jogos que realizou longe de seus domínios, o Verdão tem índice fraco: apenas quatro pontos em 30 possíveis e um aproveitamento de 13,3%.

O retrospecto é o pior entre todas as equipes que disputam a Série A do Brasileiro. Para complicar ainda mais o time de Felipão, neste domingo o Palmeiras encara o Atlético-MG, segunda equipe que mais somou pontos em casa: 26, apenas um menos que o Grêmio, terceiro colocado e melhor mandante até o momento.

Na quarta-feira seguinte, o Verdão segue ao Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, que somou 23 de seus 39 pontos atuando como mandante. Apesar do panorama contra o Alviverde, Luiz Felipe Scolari traça a meta de trazer na bagagem à São Paulo, antes do clássico com o arquirrival Corinthians, ao menos uma vitória.

“Estes dois jogos podem ser um parâmetro, à medida que tenhamos dois bons resultados. Podem dar um ânimo muito maior se tivermos resultados positivos. Por isso, é importante que seja um parâmetro de nível bom e que consigamos, neste dois jogos, no mínimo um grande resultado”, explicou o gaúcho, que precisará quebrar a cabeça por conta de seu meio-campo.

Titular e atual capitão do time, o volante Henrique recebeu o terceiro cartão amarelo, cumpre suspensão automática e será uma ausência sentida pelo técnico Felipão. “A falta do Henrique é imensa. Seu posicionamento é muito bom e ele ajuda na parte defensiva. Mas vamos compor a meia cancha com quem está em boa condição. Temos o João Vitor, o Marcinho (Márcio Araújo) e o Correa”, falou, sem definir o substituto.

João Vitor e Correa iniciaram juntos a partida contra o Sport, pois o camisa 77 foi escolhido para fazer a função de lateral direito, na tentativa de deixar o Verdão mais ofensivo. No segundo tempo, o camisa 16 saiu e o volante foi recolocado no meio-campo - em sua posição de origem, Correa acertou chute de fora da área e, contou com falha de Magrão para abrir o caminho da vitória por 3 a 1 sobre o Rubro-negro.

Desta vez, porém, um deles deve ir para o banco de reservas, pois, Artur, dono da posição, tem retorno praticamente certo no jogo diante do vice-líder Atlético-MG, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no Independência. Com 20 pontos somados, o Palmeiras está a dois pontos do Coritiba, primeiro clube fora da zona de rebaixamento.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade