Atletismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Toninho se emociona em despedida e cita evolução patrimonial da FPA

André Sender São Paulo (SP)

Depois de 12 anos à frente da Federação Paulista de Atletismo (FPA), José Antônio Martins Fernandes, o Toninho, deixou nesta segunda-feira a presidência da entidade e se emocionou em sua despedida. Ele foi homenageado por funcionários do órgão durante a cerimônia de posse da nova diretoria e teve que segurar as lágrimas diante de todos os presentes.

Toninho assumiu a FPA em 2000 como sucessor de Sérgio Coutinho Nogueira e foi o responsável pela indicação de Mauro Chekin para ocupar seu cargo a partir desta segunda-feira. Em fevereiro de 2013, ele se torna presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), sucedendo Roberto Gesta.

“A gente fica um pouquinho emocionado porque são 12 anos à frente, há uma evolução da parte atlética, da parte profissional de gestão, mas também há o reconhecimento. Não esperava isso aqui, tem perto de 80 ou 100 pessoas, os amigos vieram e isso é muito emocionante”, afirmou o dirigente.

Antes de passar o comando da FPA para as mãos de Chekin, Toninho se despediu da entidade realizando homenagens a Fabiana Murer, campeã mundial do salto com vara, Maurren Maggi, medalha de ouro no salto em distância nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, e Keila Costa, atleta pernambucana que treina em São Paulo e foi medalha de bronze no Campeonato Mundial indoor de 2010.

Na hora de dar suas últimas palavras como mandatário, abandonou o discurso preparado e falou de improviso, agradecendo sobretudo os funcionários com quem trabalhou regularmnente na sede da FPA.

A casa que concentra as atividades da entidade estadual, em São Paulo, por sinal, é um dos principais orgulhos dos 12 anos de Toninho à frente da Federação. Ela foi adquirida no fim de 2006 após a antiga sede da FPA, também na região do Ibirapuera, ser vendida para uma construtora.

“Sem dúvida houve uma evolução no patrimônio. Hoje temos uma sede própria de 700m² em um lugar muito valorizado, temos bens, veículos, equipamento eletrônico, equipamento de competição...”, citou Toninho, apontando também o programa de atletismo nas escolas como outra realização de sua gestão. “A gente introduziu uma parte escolar muito boa com a ajuda do governo de São Paulo. Acho que essas foram questões muito salutares na Federação”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Toninho foi homenageado pelos funcionários da FPA em seu último ato como presidente da entidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade