Futebol/Copa Sul-Americana - ( - Atualizado )

Apesar de derrota na Sul-americana, Rayllan diz: "Faremos história"

Goiânia (GO)

Em sua primeira partida fora do território brasileiro, o Atlético-GO sucumbiu por 2 a 0 diante da Universidad Catolica (Chile), no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago. No entanto, mesmo com a derrota, o meio-campista Rayllan acredita que a equipe rubro-negra possa reverter a desvantagem e dar sequência a campanha na Copa Sul-americana.

“No primeiro tempo, tivemos uma boa exibição e por pouco não abrimos o placar. Mas pesou a ansiedade nesta partida tão importante para o clube. Isso atrapalhou um pouco. Nada está perdido. Podemos reverter isso em Goiânia. Tenho certeza que conseguiremos fazer história no Serra Dourada”, disse.

Válido pelas oitavas de final da competição continental, o segundo jogo entre Atlético-GO e o time chileno ocorre no próximo dia 24, no Serra Dourada. Para garantir vaga na fase seguinte, Rayllan destacou a importância da equipe comandada por Artur Neto não se abater com o resultado obtido em Santiago.

“A Universidad voltou melhor nos últimos quarenta e cinco minutos. Eles abriram o placar cedo no segundo tempo e acordamos, mas aquele gol no finalzinho não estava nos planos e não merecíamos, pela evolução que tivemos. Precisamos levantar a cabeça para dar o troco no jogo de volta “, completou.

Passado o confronto da Sul-americana, o meio-campista já pensa no embate com o Vasco, que será realizado neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Serra Dourada, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em situação delicada, o time goiano é o último colocado na tabela de classificação do torneio nacional, com 20 pontos, nove pontos atrás do Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

“No sábado teremos uma parada duríssima. Jogo de vida ou morte para nossa equipe, pois precisamos de um triunfo para sonharmos com a permanência na Série A. Independente do adversário, que é muito qualificado, precisamos colocar o coração na ponta da chuteira neste momento complicado primeira divisão”, encerrou.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade