Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Bahia em risco pega Grêmio dividido entre Brasileiro e Sul-americana

Do correspondente Vicente Fonseca Salvador (BA)

As últimas rodadas foram tensas para a torcida do Bahia. Depois de perder em casa para o Palmeiras, o time de Salvador viu sua folga até a zona de rebaixamento cair para apenas três pontos. Neste sábado, a equipe recebe o Grêmio, no Pituaçu, precisando de uma vitória para não correr o risco de terminar a rodada entre os quatro clubes que estariam sendo rebaixados para a Série B.

Apesar do mau momento (a equipe não vence há cinco jogos), o técnico Jorginho não vê razão para desespero no Bahia: “Nessa hora temos que ter muita calma e equilíbrio. A gente não pode se esquecer que a situação dos outros é ainda pior. O Bahia não está na zona de rebaixamento. Tem quatro times que estão abaixo de nós na tabela de classificação. Se acabasse hoje, seriam eles que estariam na Série B”, ressaltou o técnico Jorginho após o empate com o Corinthians, no último sábado.

Jorginho ganhou um reforço importante para a decisão deste sábado: é o centroavante Souza, que deixou o time por lesão muscular. Sua ausência coincidiu com a queda de desempenho da equipe. O Bahia, que chegou a ostentar a melhor campanha do returno, hoje é apenas o 8º colocado nesta segunda metade do certame. Para Souza, o duelo deste sábado será “como uma guerra” para o time nordestino.

A maior dúvida de Jorginho para este jogo é no meio-campo. Hélder, um dos melhores jogadores do time no Brasileiro, está em fase final de recuperação após uma contratura no tórax. Nos treinos da semana, Victor Lemos atuou entre os titulares, mas não está descarta a volta do dono da posição ao time, dada a importância do confronto.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
O meia Marco Antônio assume a vaga do poupado Zé Roberto na equipe titular do Grêmio
O Grêmio chega para a partida com o calendário apertado. Depois de derrotar o Barcelona-EQU na última quarta e passar às quartas de final da Copa Sul-Americana, o Tricolor sai de Porto Alegre, vai a Salvador, e retorna à capital gaúcha, onde, na próxima terça, enfrentará o Millonarios, da Colômbia. “Temos que pensar jogo a jogo, não tem jeito. Agora, o que temos pela frente é o Bahia”, sintetizou o meia Marco Antônio.

Após a vitória sobre os equatorianos, o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que o Grêmio entrará com força máxima nas duas competições. O objetivo principal do clube em 2012, que era a vaga à Libertadores, está praticamente atingido. Resta, agora, brigar pelo vice-campeonato nacional com o Atlético-MG (que dará vaga direta à fase de grupos da Libertadores) e pelo título inédito da Copa Sul-Americana.

De fato, a equipe deve ir praticamente completa a Salvador. O único titular poupado será Zé Roberto, que deve dar lugar a Marco Antônio. Gilberto Silva, que evitou desgaste durante a semana, está confirmado na zaga ao lado de Werley. O argentino Bertoglio, com nova lesão muscular, nem viaja ao Nordeste.

Este será o quarto confronto entre Bahia e Grêmio em 2012. Pela Copa do Brasil, o time gaúcho venceu por 2 a 1 em Salvador e 2 a 0 em Porto Alegre. No Brasileirão, nova vitória gremista, por 3 a 1. Contando os jogos realizados em 2011, também vencidos pelo time porto-alegrense, são cinco vitórias consecutivas da equipe de Luxa contra o Bahia.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
BAHIA X GRÊMIO

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 27 de outubro de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Guilherme Dias Camilo (MG)

BAHIA: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Jussandro; Fabinho, Diones, Victor Lemos e Gabriel; Jones e Souza
Técnico: Jorginho

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano e Marco Antônio; Kléber e Marcelo Moreno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade