Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Tadei aprova estreia e promete novas chances a jogadores “encostados

Campinas (SP)

Comandando o Guarani pela primeira vez após o seu retorno, o técnico Vilson Tadei viu a equipe campineira conquistar um importante empate diante do Atlético-PR, fora de casa. Apesar de apontar defeitos em alguns setores do time bugrino, o novo treinador gostou do que viu e prometeu dar sequência aos jogadores que voltaram a campo após longo tempo sem serem aproveitados.

“Nós temos que melhorar muito. Temos que melhorar nosso passe, nossa posse de bola, enfim. Temos que conseguir chegar mais vezes ao gol. Hoje já melhorou bastante isso, chegamos cinco ou seis vezes no gol adversário, e no último momento poderíamos até ter saído com um resultado ainda mais positivo, mas estamos de parabéns”, analisa Tadei.

Após fazer mistério sobre a equipe que entraria em campo na partida desta terça, o treinador optou pelas entradas de Rafael Costa, Kleiton Domingues e Lusmar. Enquanto os dois primeiros eram reservas pouco utilizados por Vadão, o volante havia sido aproveitado em apenas uma oportunidade na temporada.

Segundo Tadei, novas oportunidades devem ser dadas para estes e outros jogadores que não vinham tendo chances com o antigo comandante. “O mais importante é que estamos resgatando alguns jogadores e aumentando a autoestima. O resultado faz com que os jogadores tenham outra postura, queiram trabalhar com mais vontade para poderem estar à disposição e com isso reforçamos nossa equipe. Vamos ter maiores possibilidades de mudança para fazermos uma equipe mais forte, um banco mais forte e com jogadores experientes para fazermos um jogo melhor”, garante.

Constantemente utilizado por Tadei na Série A-2 e no início da Série B em 2011, o volante Lusmar havia entrado em campo pelo Guarani em apenas uma partida na temporada, na derrota por 2 a 0 para o Brasiliense, na primeira rodada da Copa do Brasil. Na ocasião, Vadão optou pela utilização do time reserva bugrino.

Após ser emprestado para o Anapolina para a disputa da segunda divisão goiana, o volante voltou ao Brinco de Ouro e sequer vinha sendo relacionado pelo técnico Vadão. “Quando saí de São José do Rio Preto, eu já tinha um esboço da equipe, e o Lusmar sempre esteve dentro. A gente sabia que ele estava no elenco, que tinha feito um trabalho muito legal em Anápolis. Cheguei e observei que ele estava mais fininho. No coletivo de domingo, ele foi o melhor e decidimos colocá-lo”, revela Tadei.

Outras duas surpresas na escalação inicial do Guarani, Rafael Costa e Kleiton Domingues tiveram bom desempenho no Eco Estádio e devem ser mantidos na equipe titular. “O Rafael não estava nem no sistema para entrar. Optamos por ele no domingo, em uma conversa. Já tinha trabalhado com o Kleiton, também. Cheguei e dei moral para os jogadores. O Rafael fez uma belíssima partida, assim como o Lusmar, que evoluiu muito de um ano e meio para trás”, conclui o treinador.

O Bugre volta a campo neste sábado, quando enfrenta o Criciúma no Brinco de Ouro. Nesta quarta, o elenco se reapresenta em Campinas e já inicia a preparação para encarar a equipe catarinense.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade