Judô/Mundial por equipes - ( - Atualizado )

Brasil bate França e ganha mais um bronze no Mundial por equipes

Salvador (BA)

Neste domingo, a Seleção Brasileira masculina deu o troco depois de perder a disputa da medalha de ouro para a França, no Mundial de judô por equipes de 2011, disputado no país dos adversários. Dessa vez competindo em casa, na cidade de Salvador (BA), os brasileiros superaram os algozes do ano passado e ficaram com o bronze desta edição, ao baterem os europeus pelo placar de 3 combates a 2.

É a quinta medalha seguida ganha pelo Brasil em Mundiais por equipes, a sexta do judô brasileiro em nove edições da competição, com quatro pratas e, agora, dois bronzes. No último sábado, o time feminino do Brasil também conquistou um bronze, a primeira medalha entre as mulheres.

Já medalha de ouro da competição masculina do Mundial de judô por equipes ficou com a Rússia, que surpreendeu o Japão e venceu por 3 combates a 2. O outro bronze foi para a Geórgia, que superou a Coréia do Sul por 4 a 1.

O time do Brasil iniciou o dia aguardando a disputa entre Rússia e Ucrânia para saber quem seria o seu oponente nas quartas de final. Os russos passaram e derrotaram os representantes nacionais por 3 a 2. Assim, a equipe verde e amarela foi para a repescagem e conseguiu ganhar da Argélia por 5 a 0, conquistando o direito de disputar a medalha de bronze com a França, derrotada pelo Japão nas semifinais.

No primeiro combate, válido pela categoria até 66kg, o brasileiro Luiz Revite superou o francês Dimitri Dragin com um yuko e abriu 1 a 0 para o Brasil na disputa pela medalha de bronze.

Na sequência, Bruno Mendonça começou ganhando de Jonathan Allardon com um yuko, mas tomou um ippon do francês e o confronto ficou empatado em 1 a 1.

No terceiro compromisso da disputa pelo bronze, Vitor Penalber empatou sem pontuação com Pietri e a decisão foi para o Golden Score, quando o francês aplicou um ippon no brasileiro e virou a série para 2 a 1.

Com a Seleção em situação complicada, a responsabilidade caiu toda nos ombros de Eduardo Bettoni, que enfrentou Ludovic Gobert nos pesos médios e não decepcionou. Mesmo perdendo por um yuko, o brasileiro conseguiu um ippon nos últimos segundos de combate e deixou tudo igual no confronto.

Na luta decisiva, Rafael Silva e Matthieu Thorel ficaram frente a frente na briga pela medalha e o francês acabou dando a vitória de graça para o Brasil, depois de dar um ataque ilegal às pernas e acabar excluído da luta. 3 a 2 para o Brasil e mais uma importante medalha de bronze conquistada pelo judô brasileiro, a quinta consecutiva em Mundial por equipes e a sexta no total em nove edições do torneio.

"Foi um grande teste para essa geração de atletas. Usamos neste Mundial uma equipe bastante renovada e este bronze vale ouro", destacou Ney Wilson, coordenador técnico da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Classificação final do Mundial de judô por equipes - masculino:

1º - Rússia
2º - Japão
3º - Brasil
3º - Geórgia
5º - Coréia do Sul
5º - França
7º - Cuba
7º - Argélia

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade