Futebol/Copa Sul-americana - ( )

Barcos se diz envergonhado com disposição do Palmeiras na Colômbia

Bogotá (Colômbia)

Enquanto titulares como Mauricio Ramos, Henrique e Marcos Assunção nem foram para Bogotá, Barcos pediu para enfrentar o Millonarios nessa terça-feira, pela Copa Sul-americana. E se decepcionou. O atacante, que abriu mão de descanso e preparação para a luta contra o rebaixamento no Brasileiro, esperava bem mais do que o apresentado na derrota por 3 a 0.

“Eu achava que viríamos com outra disposição. Sinceramente, estou com muita vergonha na cara”, afirmou o centroavante, que esteve em campo durante toda a partida. “Não jogamos nada, deixamos o adversário ganhar. Estou com muita bronca”, reforçou.

Além do trio que não viajou, o camisa 9 ainda não viu Luan e Betinho começarem o jogo no banco de reservas. Fora Barcos, Bruno e Artur foram os outros titulares que atuaram em todo o jogo na Colômbia – Leandro, João Denoni e Patrick Vieira não puderam ser relacionados por não estarem inscritos.

AFP
Bravo, atacante considera que o time provou na derrota por 3 a 0 para o Millonarios que está focado no Brasileiro
Tantos poupados visando a disputa da liga nacional foi um dos argumentos usados por Barcos para criticar o desempenho do Verdão. “O Brasileiro é outra coisa. E mostramos contra o Millonarios que o foco está no Brasileiro”, declarou.

Bravo com a eliminação na Copa Sul-americana, o artilheiro ressalta a responsabilidade por uma vitória no sábado, diante do Inter, no Beira-Rio, que pode diminuir a distância para a saída da zona de descenso para um ponto caso o Bahia perca do Grêmio em Salvador. “Temos que nos preparar para sábado. Ganhar do Inter seria importante”, apontou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade