Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy elogia Henrique, mas admite preocupação com lesão do volante

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

De volta ao time titular do Santos nas últimas três partidas (empate com o Internacional, e vitórias sobre Botafogo e Vasco), o volante Henrique vem agradando ao técnico Muricy Ramalho. Para o treinador, a presença do meio-campista acrescentou maior poder de marcação à equipe, além de ter melhorado a mobilidade dos demais jogadores do setor, de maneira geral.

“Ele é um jogador muito importante, faz o time crescer. O Henrique consegue deixar o Arouca à vontade, que consegue atacar sem receio de tomar bola nas costas. Em toda a partida, só uma bola do Eder Luis teve penetração. No segundo tempo, eles quase não entraram na nossa área. Ele é importante demais”, enalteceu Muricy, que por outro lado, revelou a sua preocupação com o estado clínico de Henrique.

O atleta, que chegou a desfalcar o Peixe durante dois meses, por conta de uma lesão no púbis, ainda inspira cuidados na comissão técnica santista. A preocupação aumentou porque, após um esforço intenso no duelo contra os cariocas, Henrique voltou a sentir um incômodo no local e pediu substituição, já no segundo tempo do confronto com o Gigante da Colina – Gérson Magrão entrou no seu lugar.

“Essa lesão dele ainda nos preocupa, ele ainda sente um pouco. Lesão no púbis é muito séria. É o terceiro jogo que ele joga. Hoje (domingo) ele sentiu e pediu para sair, pois já tava estava doendo um pouco. Essa é a dificuldade que nós temos”, analisou o comandante alvinegro.

Apesar do receio de Muricy Ramalho, a tendência é que o volante seja mantido entre os titulares para o jogo contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, a partir das 22 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade