Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Contra Sport, São Paulo tenta voltar a vencer após 'episódio Ceni'

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Há tempos o São Paulo não tinha uma semana tão complicada como essa que passou. Além de perder a invencibilidade com o revés para o Flamengo, o time se classificou a duras penas na Copa Sul-americana em um jogo marcado mais pela polêmica entre o capitão Rogério Ceni e o técnico Ney Franco. Às 18h30 (de Brasília) deste sábado, na Ilha do Retiro, a equipe enfrenta o Sport para tentar reencontrar a estabilidade que finalmente havia achado ao furar o G-4 da competição nacional.

“Daqui para frente, os problemas têm que ser interpretados. Se o episódio com o Rogério tivesse acontecido antes, nossa derrota para o Flamengo poderia ter sido credenciada a isso. Vai caber a cada um interpretar uma possível queda de rendimento. Mas insisto que o episódio está superado, principalmente pelo profissionalismo e caráter do Rogério”, contemporizou Ney Franco.

O atrito entre ele e o goleiro aconteceu na quarta-feira, no segundo tempo do empate sem gol contra a LDU de Loja. O camisa 1 gesticulou pedindo a entrada do meia Cícero, porém o treinador optou por Willian José e ainda reprovou publicamente sua tentativa de interferência na substituição. Em entrevistas, ambos garantem que tudo não passou de um mal entendido.

Independentemente da polêmica, a semana já não teria sido a melhor possível, mesmo com a vaga garantida nas quartas de final da Sul-americana, pois o São Paulo não jogou bem tanto no domingo, no Engenhão, quanto no Morumbi. Para a partida no Recife, a cobrança de Ney Franco é por um desempenho semelhante ao da vitória sobre o Vasco, duas semanas atrás.

Gaspar Nóbrega/VIPCOMM
Goleiro são-paulino entrou em atrito com Ney Franco ao sugerir alteração e discordar do treinador
“Nossa referência é o primeiro tempo desse jogo contra o Vasco. Conversamos muito sobre isso, e é dessa forma que a gente quer jogar. Com marcação adiantada, com competência para roubar a bola mais perto do gol adversário. Temos que defender forte e criar situações de contra-ataque e gol”, comentou o treinador, demonstrando conhecimento prévio do adversário.

“O Sport vem de dois resultados positivos. Mudou a forma de jogar, o Cicinho cresceu muito. Ele (Sérgio Guedes) adaptou no setor de meio-campo um volante pelo lado direito, o Moacir. Eles saem muito forte pelo lado do campo. Temos que tomar muito cuidado”, elogiou Ney Franco, que não comandou treino coletivo e usou disso para manter em aberto a escalação titular.

A grande novidade, qualquer que seja a formação, será Luis Fabiano. Vice-artilheiro, com 15 gols, o centroavante machucou a coxa esquerda na derrota para o Flamengo e foi desfalque no compromisso pela Sul-americana. Osvaldo, seu companheiro de ataque e que é titular há 13 jogos, corre risco de não jogar por incômodo muscular, mas viajou com a delegação.

Caso o camisa 17 não tenha condição de atuar, o lateral direito Douglas deve ganhar nova chance improvisado no sistema ofensivo. Já para o lugar do meia Jadson – suspenso pelo terceiro cartão amarelo, ele desfalca o time pela primeira vez –, a opção mais provável é Maicon, que recebeu atenção especial da comissão técnica no trabalho apronto.

Enquanto a luta são-paulina é para, no mínimo, sustentar a vantagem de cinco pontos para o quinto colocado Vasco, a do Sport é para sair da zona de rebaixamento, movimento que pode ocorrer já neste sábado com combinação favorável. Além de o Bahia ter que perder para o Grêmio, o time pernambucano precisa essencialmente chegar ao terceiro triunfo seguido.

Arte GE.Net
Depois de vencer Ponte Preta e Atlético-GO, a equipe do técnico Sérgio Guedes tem mudanças. Diego Ivo e Renan Teixeira estão fora respectivamente por lesões na virilha e joelho esquerdos e darão lugar a Bruno Aguiar e Moacir. Gilsinho, por sua vez, cumpre suspensão e será substituído por Gilberto.

Na tentativa de contar com casa cheia, o clube lançou promoção na venda de ingressos. Por R$ 60, o torcedor pode adquirir entradas para os três próximos jogos como mandante (São Paulo, Botafogo e Fluminense), com desconto de 50% para sócios e estudantes. “Chegamos à reta final da competição, a hora de nos apoiarem é essa”, convocou o lateral direito Cicinho.

FICHA TÉCNICA
SPORT X SÃO PAULO

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 27 de outubro de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Ivan Carlos Bohn (PR)

SPORT: Saulo; Cicinho, Bruno Aguiar, Aílson e Renê; Tobi, Moacir, Rithelly e Hugo; Gilberto e Felipe Azevedo
Técnico: Sérgio Guedes

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Maicon (Cícero); Lucas, Osvaldo (Douglas) e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade