Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Sem provocações, Cal quer “melhor jogo” do ASA contra o ameaçado CRB

Arapiraca (AL)

Para não acirrar ainda mais os ânimos do clássico ASA e CRB após as declarações de Edson Veneno, o volante Cal foi mais contido ao falar sobre o duelo de sábado. Sem se preocupar com a situação do rival, que corre sérios riscos de rebaixamento, o meio campista garante que só pensar na impressão que a equipe deixará para o ano que vem.

Apesar de se manter alheio à crise alvirrubra, Cal entende a dimensão da rivalidade da partida na última rodada da Série B. “Eu sei a importância do clássico porque sou alagoano. Queremos buscar os três pontos e encerrar a competição da forma que iniciamos. A última impressão é a que fica e vamos jogar na nossa casa com o apoio da torcida”, afirmou.

Se na última semana o zagueiro Edson Veneno afirmou que gostaria de se vingar da final do Campeonato Alagoano e rebaixar o CRB, o volante não pensa em revanche, mas quer a vitória a qualquer custo. “Vamos jogar para vencer, assim como eles. Tentaremos fazer o nosso melhor jogo. Com todo o respeito ao CRB, vamos tentar buscar os três pontos”, declarou.

Sem vencer desde o dia 30 de outubro, quando bateu o América-MG, em Belo Horizonte, por 1 a 0, Cal revelou que o elenco do ASA foi repreendido pelo técnico Nedo Xavier. Para o comandante do Fantasma das Alagoas, os jogadores se acomodaram após garantirem a permanência na Série B.

“A nossa última vitória foi sobre o América-MG e precisamos vencer após três jogos. O Nedo deu uma bronca na gente porque deixamos a desejar após assegurarmos a nossa permanência”, finalizou o volante, que se concentra para o clássico contra o CRB no sábado, às 16h20 (de Brasília), no Coaracy da Mata Fonseca.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade