Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em tom de despedida, Baier se coloca na história do Atlético-PR

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Um dos remanescentes da queda do Atlético Paranaense para a Série B do Campeonato Brasilerio em 2011, Paulo Baier cumpriu sua promessa de permanecer no clube e pode ter, com a volta à primeira divisão confirmada no empate diante do Paraná Clube, encerrado um ciclo. O meia, com um tom de despedida, acredita que algumas lições foram aprendidas pelo clube, que deve melhorar seu planejamento.

“Objetivo cumprido. Cumpri minha promessa com o torcedor. Estou feliz e emocionado. Foi um ano difícil, com um início muito ruim. Daqui para frente o Atlético não cai mais”, acredita o maestro atleticano que, com a conquista do acesso, pede ao torcedor para gravar seu nome na história do Furacão. “Às vezes a coisa não acontece do jeito que a gente quer. Mas, agora o torcedor pode colocar na história que Paulo Baier é um dos ídolos da do clube”, afirmou.

O clássico, no entanto, pode ter marcado a última partida de Baier com a camisa rubro-negra, já que a diretoria ainda não acenou com uma renovação para 2013. “Pode ser até mesmo meu último jogo, mas o importante é estar de volta à primeira divisão. Depende do presidente (Mário Celso Petraglia) agora. Se ele quiser, eu fico, se não vamos encerrar aqui. Tenho um amor muito grande pelo clube”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade