Atletismo/Maratona de Nova Iorque - ( - Atualizado )

Bicampeão, Marílson apoia cancelamento de Maratona de Nova York

Nova Iorque (Estados Unidos)

Tradicional prova do atletismo mundial, a Maratona de Nova York teve a edição deste ano cancelada por causa dos estragos causados na cidade pelo furacão Sandy. A decisão de suspender a competição que seria realizada neste domingo foi apoiada pelo brasileiro Marílson Gomes dos Santos, campeão da prova em 2006 e 2008. Segundo o fundista nacional, o clima no município norte-americano não está agradável e protestos poderiam acontecer durante a disputa.

“Fiquei apreensivo", disse o atleta. "Dei algumas entrevistas na rua e notei que o clima estava pesado. Deu medo", completou o brasileiro, que ficou em quinto lugar na maratona dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Marílson chegou aos Estados Unidos nesta sexta-feira, mesmo dia em que o prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg, anunciou o cancelamento da prova. O brasileiro já havia sofrido com o cancelamento do voo que o levaria ao local da maratona, na terça-feira, e, ao desembarcar em território norte-americano, percebeu a situação delicada deixada pelo furacão Sandy.

"Estou apreensivo com a situação em Nova Iorque. Não sei se a infraestrutura vai estar pronta para receber tanta gente", frisou. "Não havia clima para um evento festivo como a maratona", encerrou.

Agência Luz/BM&FBOVESPA
Campeão em 2006 e 2008, Marílson tentaria tricampeonato em Nova Iorque neste domingo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade