Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Antes de acabar o Brasileiro, Fla já pensa em renovações e dispensas

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Apesar de tomar decisões somente após a eleição presidencial de 3 de dezembro, a diretoria do Flamengo já começou a estudar a situação dos jogadores que estão com contrato por encerrar no fim do ano. A ideia é se antecipar a possíveis saídas que causariam transtornos para a formação da equipe em 2013, além de liberar peças que não fazem mais parte dos planos e que integrarão a tradicional “Barca da Gávea”, que costuma zarpar sempre em dezembro e lotada de passageiros.

Ao todo, dez jogadores estarão sem contrato a partir do fim do ano e precisam saber que rumo tomarão em 2013. Os mais famosos são o lateral direito Leonardo Moura e o meia Renato Abreu. Ambos têm 34 anos e já manifestaram publicamente o desejo de encerrar carreira no clube. Portanto, um novo vínculo deverá ser assinado sem maiores sustos.

No caso de Leonardo Moura, o diretor de futebol Zinho deu início às conversações em setembro e deixou a situação alinhavada. Se nenhuma surpresa acontecer, o jogador, que vem atuando de maneira improvisada no meio-campo, vai renovar por dois anos.

Renato Abreu ainda não foi procurado e sua negociação poderá ser um pouco mais complicada, já que o Flamengo pretende assinar por mais um ano e o jogador quer um vínculo para três temporadas. O apoiador, contudo, dificilmente vai sair, ainda mais se a presidente Patrícia Amorim for eleita, como tudo indica.

Isso porque o técnico Dorival Júnior também permaneceria neste caso e ele gosta do jogador. Quando Renato sofreu uma cirurgia no joelho direito durante o Brasileirão, o técnico creditou à ausência dele a queda de rendimento da equipe no Campeonato Brasileira. A saída que Zinho vai encontrar neste caso é ofefrecer um contrato por dois anos.

Três jogadores assinaram contrato por empréstimo e estão nos planos do Flamengo. São eles o lateral direito Wellington Silva, o volante Amaral e o meia Wellington Bruno. O caso mais simples é o de Amaral, que já deixou a situação bem encaminhada em um primeiro contato com Zinho, uma vez que é o Novo Iguaçu-RJ, clube parceiro do Rubro-negro, o dono dos direitos federativos do atleta.

Wellington Silva foi emprestado pelo Resende-RJ e também vai ficar, pois o Flamengo já pagou por metade de seus direitos federativos, podendo adquirir o restante parceladamente. O Rubro-negro vai exercer esse direito, pois o jogador se tornou titular absoluto com Dorival Júnior. O caso de Wellington Bruno é simples também, pois os direitos federativos pertencem ao Banco BMG, parceiro e patrocinador do Flamengo. Neste caso falta apenas o aval de Dorival, que gosta do jogador.

Mas nem todos os jogadores com contrato chegando ao fim permanecerão. Alguns vão integrar a barca. O goleiro Marcelo Carnê, o zagueiro Arthur Sanches e os volantes Rômulo e Maldonado serão comunicados que não fazem mais parte dos planos da comissão técnica. Todos perderam espaço com Dorival Júnior. O lateral esquerdo Magal está tendo o caso estudado, mas a rejeição da torcida deve prevalecer.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade