Futebol/Bastidores - ( )

Após atos antissemitas, West Ham identifica e bane um torcedor

Londres (Inglaterra)

O West Ham anunciou que identificou um dos torcedores que realizou atos antissemitas na partida diante do Tottenham, no White Hart Lane, em Londres. Em seu site oficial, o clube informou que cinco fãs da equipe foram presos fora do estádio por incidentes variados, enquanto outros dois tiveram prisão decretada por gestos nazistas dentro do campo. Um deles já foi identificado pelo West Ham, e possuía ingressos de jogos do time para a temporada; como punição, o clube informou que o baniu de suas partidas para sempre.

“Qualquer outro indivíduo que for identificado pode esperar por uma resposta forte e similar”, anunciou o time inglês em nota divulgada no seu site oficial. Durante o encontro entre os dois times, no domingo, parte da torcida do West Ham recitou músicas como em favor da Lazio, apenas três dias depois da acusação de torcedores do clube italiano terem tentado esfaquear um fã dos Spurs, antes de uma partida da Liga Europa, além de lembrar de Adolf Hitler. O Tottenham é conhecido por ser um time que possui muitos torcedores da comunidade judaica.

Diante desta situação, o West Ham informou que está em contato com o Tottenham para ajudar na investigação pela “conduta de um pequeno número de torcedores e tida como inapropriada durante o jogo no White Hart Lane”. O clube avisou que tomará uma posição firme contra os que foram pegos, podendo aumentar o número de torcedores banidos para o resto da vida.

“Durante os 46 jogos na Championship (segunda divisão inglesa) na temporada passada, o West Ham United não teve nenhum preso por racismo ou violência. Então, enquanto estamos surpresos com as informações atuais, vamos examinar toda a evidência à disposição de tal conduta cuidadosamente e tomar a atitude apropriada”, completou o clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade