Futebol/Liga Europa - ( - Atualizado )

Ataques terroristas em Israel adiam partida decisiva da Liga Europa

Tel Aviv (Israel)

A explosão de um ônibus na região central de Tel Aviv, na manhã desta quarta-feira, deixou dez feridos em estado grave e ainda fez a Uefa adiar um confronto válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Liga Europa. Ofir Gendelman, porta-voz do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarou alerta geral em função dos ataques terroristas e, dessa forma, a delegação do Athletic Bilbao nem embarcou para o palco do confronto.

O Hapoel Kyriat Shmona, time da casa, receberia o clube do país basco na quinta, às 14 horas (de Brasília). Em caso de vitória, os israelenses tinham a condição de encostarem no Sparta Praga e no Lyon, que ocupam a liderança do Grupo I da Liga Europa. Em processo de reação, a equipe comandada pelo argentino Marcelo Bielsa poderia ser eliminada no mesmo dia.

"O painel de emergência da Uefa reuniu-se hoje e decidiu adiar o jogo entre Hapoel Kiryat Shmona FC (Israel) e Atlético Bilbao (Espanha), que estava previsto para quinta-feira no Estádio Kiryat Eliezer, em Haifa, devido à situação tensa em matéria de segurança na região", comunicou a entidade que rege o futebol europeu. Com a confirmação do adiamento, a data para a realização da partida será anunciada até o fim da semana.

Os bascos nem chegaram a embarcar para Israel, sendo informados da suspensão do confronto ainda no aeroporto, na Espanha. O ataque ao ônibus no centro de Tel Aviv ocorre durante uma ofensiva contra o grupo armado Hamas em território palestino. Representantes da ONU e Hillary Clinton, a secretária de estado norte-americana, estão no local para amenizar os efeitos dos conflitos na Faixa de Gaza.

AFP
Um atentado terrorista em Tel Aviv deixou dez feridos e adiou a partida entre Athletic Bilbao e Hapoel Shmona, pela Liga Europa

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade