Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Criador do "gol de placa", Joelmir Beting falece aos 75 anos

São Paulo (SP)

Na madrugada desta quinta-feira, o jornalista Joelmir Beting, 75, faleceu, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Internado desde o último dia 22 de outubro, por complicações renais, o comentarista de economia e política do Grupo Bandeirantes sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE) no último domingo, e, nesta quarta, entrou em coma irreversível.

Natural de Tambaú (SP), Joelmir Beting iniciou a sua carreira no jornalismo esportivo, sendo repórter dos jornais O Esporte e Diário Popular. Foi também da Rádio Pan-Americana, que, mais tarde, tornou-se a Jovem Pan. No entanto, em 1962, Joelmir Beting, ao se formar em sociologia na Universidade de São Paulo (USP), migrou para a área econômica e política.

Divulgação
Joelmir Beting faleceu nesta quinta-feira, após coma irreversível: jornalista criou a expressão "gol de placa"
Mas foi no jornalismo esportivo que o profissional chamou mais atenção: em uma transmissão de um clássico entre Corinthians e Palmeiras, Joelmir Beting, palmeirense declarado, acabou se entusiasmando ao comemorar um gol do Verdão. Torcedores do Timão se irritaram e ameaçaram agredi-lo, em mais um fator que alavancou a sua saída da área esportiva.

Joelmir Beting também foi o criador da expressão “gol de placa”. No dia 5 de março de 1961, em um jogo entre Fluminense e Santos, o repórter pediu ao jornal O Esporte a fixação de uma placa no Maracanã, homenageando um golaço de Pelé contra o Tricolor. A partir daí, os tentos plásticos passaram a receber a denominação.

Homenagem do Palmeiras: de acordo com informações da ESPN, o Palmeiras, no clássico com o Santos, neste sábado, pelo Brasileirão, prestará uma homenagem a Joelmir Beting. 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade