Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

De férias, Conca afirma que não volta ao Guangzhou e irrita cartola

Pequim (China)

O sonho do Fluminense em repatriar Conca está mais próximo de se tornar realidade. Isto porque o presidente do Guangzhou Evergrande (clube do meia na China), Liu Yongzhuo, revelou na manhã desta sexta-feira que o argentino, que passa férias no Brasil, não deverá retornar.

“Conca deixou uma carta dizendo que não voltará. Na verdade, ele nos disse isto anteriormente, quando forçou a sua transferência”, afirmou o mandatário ao Soccer News. “Como o Xu Jiayin (presidente do grupo Evergrande, responsável pela parte financeira do clube), ele terá que cumprir o seu contrato”, assegurou.

Com contrato até o final da próxima temporada, Conca é pretendido pelo Tricolor, que sonha em ter o jogador para a disputa da Copa Libertadores da América de 2013. O empecilho, porém, será a insistência dos chineses. “Houve uma clara violação de contrato. Poderemos acionar a Fifa”, disse Yongzhou.

AFP
De férias no Brasil, Conca deixou carta de despedida e irritou presidente do Guangzhou, que pode acionar FIfa
Yongzhou também lamentou as atitudes do atleta de 29 anos fora dos gramados. “Conca é brilhante dentro de campo, mas complicado fora. Todos nós podemos ver o seu desempenho. Ele é um grande jogador. Mas não é profissional o bastante fora”, revelou o presidente.

De acordo com as informações da imprensa, o Fluminense deverá esperar a regularização da situação judicial de Conca para tentar uma negociação neste mês de janeiro, quando a janela para transferências internacionais irá se reabrir.

Conca passou pelas Laranjeiras entre 2008 e 2011 e virou um dos ídolos do clube carioca. Em 2010, o argentino foi um dos personagens na conquista do título do Campeonato Brasilerão. Um ano depois, transferiu-se para a China, mas, desde que chegou, revelou que o seu desejo é o de voltar ao Brasil.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade