Futebol/Bastidores - ( )

Após polêmica, Di María nega ter chamado adversário de "fracassado"

Madri (Espanha)

O meia Angel Di María, do Real Madrid, negou que tenha ofendido um jogador do Alcoyano em partida disputada na última quarta, pelo Copa do Rei. Em entrevista à edição desta sexta do jornal espanhol AS, o armador rebateu as acusações de que teria chamado o meia Julio de Dios, do clube da Segunda Divisão B espanhola, de “fracassado”.

“Em toda a minha vida, nunca ofendi um jogador rival, e nem pensaria em fazer isso. Cheguei ao Real Madrid depois de muita luta, desde criança. Saí de equipes humildes e nunca ofendi um colega. Para mim, rivais são também companheiros. Eu venho de baixo, de uma família humilde e nunca menosprezei um rival. Todos os jogadores, desde o menos importante até o maior, lutaram até a morte por suas carreiras. Me senti triste pelas notícias e fiquei ofendido como jogador e como pessoa, porque nunca neguei minhas raízes”, garantiu.

Após a partida, tanto o próprio Julio de Dios quanto o volante Javi Lara garantiram ter ouvido Di María ofender o atleta do Alcoyano de maneira preconceituosa após levar um drible. O Real acabou vencendo o confronto por 3 a 0 e avançou às oitavas de final.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade