Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Eduardo Costa afirma que pode sair do Vasco: "Ganho, mas não recebo"

Rio de Janeiro (SP)

Eduardo Costa está de saída do Vasco da Gama. Nesta segunda-feira, o volante revelou que pode deixar o clube na próxima temporada e também criticou a diretoria. O jogador afirmou que outros atletas devem fazer o mesmo, já que os salários em São Januário ficam atrasados há mais de dois anos.

“Vários jogadores do Vasco têm grandes possibilidades de sair, inclusive eu. Nós vamos tentar terminar o ano com a cabeça erguida, mas, depois, cada um fará o que achar melhor. É difícil ver companheiros nesta situação. São dois anos na mesma situação: ganhando e brigando por títulos, mas sem receber”, disse Costa à Rádio Brasil.

O presidente Roberto Dinamite admitiu o atraso no pagamento à comissão técnica, mas afirmou que esta condição não serve de desculpa para o péssimo rendimento do time no Campeonato Brasileiro, após sete rodadas sem vencer e uma das piores campanhas do segundo turno. Este panorama causou a demissão do técnico Marcelo Oliveira.

Marcelo Sadio/vasco.com.br
O volante Eduardo Costa reclamou dos salários atrasados e afirmou que pode haver desmanche em 2013
Já sobre um possível desmanche no elenco vascaíno, o diretor de futebol Daniel Freitas não quis falar em nomes, mas afirmou que dispensas, “normais” no final das temporadas, realmente acontecerão. Freitas creditou o irregular desempenho dos cariocas no Nacional aos erros de todos, reconhecendo também os equívocos da cúpula cruz-maltina.

“Alguns sairão por término de contrato, vontade da diretoria ou vontade própria. Quando os objetivos não são alcançados, significa que erros aconteceram e todos têm que assumi-los. Não foram só em um setor. A diretoria não geriu recursos da melhor maneira, jogadores não renderam o esperado e algumas contratações não deram resultado. Precisamos rever”, analisou Freitas.

O departamento de futebol do Vasco também pode sofrer um desmanche em 2013, uma vez que a parte está em profundo atrito com a torcida alvinegra. Na última janela de transferências internacionais, o clube do Rio de Janeiro vendeu o meia Diego Souza, o volante Rômulo e o lateral Fagner, mas não trouxe nenhuma peça de reposição à altura.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade