Futebol/Bastidores - ( )

Estrelas de calendário, jogadores do Timão faltam à ação solidária

São Paulo (SP)

Esperados pelos membros da Fundação Pró-Sangue, que promoveu um coquetel para celebrar o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, três jogadores do Corinthians não apareceram no evento marcado para a noite desta quarta-feira, na sede da Feambra (Federação de Amigos de Museu do Brasil), em São Paulo. Paulo André, que se lesionou durante o treino da equipe, já era baixa certa, mas Emerson Sheik e Paulinho, que também posaram para fotos do calendário oficial da campanha, foram outras ausências sentidas pela organização do evento.

Os atletas estariam ao lado de modelos e atrizes que também posaram para o calendário de 2013 da Pró-Sangue, mas, segundo a assessoria do evento, tiveram compromissos de última hora ligados ao clube e não puderam aparecer, nos casos de Paulinho e Paulo André. O Sheik e sua assessoria desconheciam até mesmo a existência do evento, assim como o próprio Corinthians, que normalmente media aparições públicas de jogadores. Segundo a organização do coquetel, todos haviam confirmado presença.

Recentemente, o atacante do Timão faltou à gravação de um programa da TV Cultura, também na cidade de São Paulo, mesmo confirmando presença com antecedência. Quando teve que cumprir punição imposta pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) com visita à sede do Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), em outubro, Emerson chegou com duas horas e meia de atraso. O histórico de enganos do heroi corintiano na Libertadores também conta com alguns atrasos a treinamentos.

Gabriel Carneiro/Gazeta Press
Aos profissionais de imprensa, restou registrar as fotos tiradas pelos atletas, ausentes no evento desta quarta-feira
Apesar da ausência dos jogadores, o evento ocorreu normalmente, recebendo cerca de 250 convidados no local, na Zona Sul da cidade de São Paulo. Com fotografia de Sheik estampada no mês de fevereiro, Paulinho em julho e Paulo André em novembro, o diretor da Fundação Pró-Sangue, Alfredo Mendroni, cobrou maior participação da população em campanhas de doação de sangue, assim como a ‘Sangue Corinthiano’, evento que o clube promove três vezes por ano para aumentar o estoque do Hemocentro de São Paulo.

“Sempre em momentos duros de doação de sangue acontecem campanhas como a ‘Sangue Corinthiano’, além da participação de jogadores como o Sheik, o Paulo André e o Paulinho, que estiveram nas fotos do calendário. O brasileiro não tem o hábito de doar sangue, então chamamos ajuda. Atualmente apenas 2% das pessoas fazem doações, mas estamos mudando esse pensamento”, contou Mendroni, este sim presente no evento, ao lado de Milton Oliveira, idealizar do movimento solidário do Timão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade