Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Felipão e Parreira querem a reaproximação da Seleção com o torcedor

Rio de Janeiro (RJ)

Apresentados na manhã desta quinta-feira como técnico e coordenador técnico da Seleção Brasileira, Felipão e Parreira, respectivamente, falaram sobre um dos assuntos principais do futebol brasileiro: a aproximação do time com a torcida, que está desacreditada após fracassos nas Copas do Mundo de 2006 e 2010.

“Em Portugal, o povo foi crescendo junto com a seleção, que fez campeonatos maravilhosos. E é isto o que nós queremos que aconteça no Brasil”, afirmou Felipão, que passou pelo selecionado lusitano entre 2003 e 2008, apresentando boas campanhas na Eurocopa de 2004, com o vice-campeonato, e no Mundial de 2006, com o quarto lugar.

AFP
Uma das missões de Felipão é garantir o retorno do apoio em massa da torcida à Seleção Brasileira
Já Parreira, que não teve boa aproximação com o torcedor brasileiro em 2006, foi mais enfático neste aspecto e pediu apoio para esta vez. “Cabe a nós fazer com que o torcedor se envolva. Temos que fazer com que ele se sinta orgulhoso da Seleção. É isto o que nós queremos. A Seleção tem que se sentir em casa, e amparada”, destacou o coordenador.

Parreira foi o comandante da África do Sul em 2010, quando o país sediou a primeira Copa no continente africano, e, diferentemente de 2006, quando voltou ao país xingado e com a desclassificação nas quartas de final para a França na bagagem, recebeu o apoio sul-africano. “Lá aconteceu uma coisa muito interessante. O apoio foi emocionante”, relembrou-se.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade