Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Felipão nega interferências da CBF no seu trabalho: "Não pode ter"

Rio de Janeiro (RJ)

Apresentado na manhã desta quinta-feira como o novo técnico da Seleção Brasileira, Felipão, em coletiva de imprensa, afirmou que não sofrerá qualquer interferência externa no seu cargo. E, quando indagado sobre polêmicas da CBF, o treinador se esquivou.

“Eu cheguei aqui agora. Não posso falar do que eu não sei. Então não tenho um posicionamento. Mas não irão interferir no meu trabalho. Isto não pode existir no futebol”, disse o comandante, quando indagado sobre as demissões de Ricardo Teixeira e Andrés Sanchez da CBF, bem como as investigações pela Polícia Federal, mas não ligadas ao futebol, do vice, Marco Polo Del Nero.

Felipão deixou claro que a única interferência aceita será a de Carlos Alberto Parreira, o seu coordenador técnico, que também foi anunciado nesta quinta. “O Parreira vai ter opinião e vai discutir comigo. Nós estamos aqui para isto. É assim que vamos trabalhar”, encerrou o técnico.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade