Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Felipe Anderson admite surpresa com interesse do Milan

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O interesse do Milan (Itália) na contratação do meia Felipe Anderson tem surpreendido, até mesmo, o próprio jogador. O jovem meio-campista ainda tenta se firmar no Santos, ao mesmo tempo em que vê notícias na mídia italiana ligando os rossoneros ao seu futuro. Na vitória sobre o Figueirense, no último sábado, na Vila Belmiro, representantes do clube italiano, dentre eles o ex-lateral brasileiro Serginho, estiveram acompanhado o atleta de perto. Felipe Anderson marcou um gol nesta partida.

Entretanto, para o meia, de apenas 19 anos, ainda é difícil acreditar que o Milan esteja seguindo os seus passos tão de perto. “É uma surpresa porque eu ainda não mostrei tudo o que eu sei. Venho demonstrando a minha qualidade, procurando conquistar o meu espaço no Santos e, confesso, ainda não parei para pensar (em uma possível transferência para o Milan). Estou focado nesses dois últimos jogos do Campeonato Brasileiro (Corinthians e Palmeiras)”, frisou.

Indagado se algum dirigente do time milanês tinha entrado em contato com ele, Felipe Anderson negou qualquer tipo de aproximação dos rossoneros, por enquanto. “Só ouvi falar nas ruas e tenho lido a respeito na internet. Tenho empresários que cuidam da minha carreira e sempre me informam sobre o que está acontecendo. Para mim, não chegou nada”, afirmou.

Porém, ao ser questionado se atuar no futebol europeu seria um dos objetivos de sua carreira, o meio-campista reconheceu que seria um passo importante na sua trajetória. Apesar disso, Felipe Anderson garantiu não ter pressa para deixar o país.

“Não tem como falar que não, pois eu estaria mentindo. É um sonho, desde criança. No entanto, desde quando eu cheguei no Santos, também tenho o sonho de me tornar ídolo aqui e ganhar muitos títulos com esta camisa. Tenho certeza que se eu for bem aqui, naturalmente as coisas vão acontecer. Creio que quando chegar a hora certa, eu estarei preparado”, comentou.

Sobre uma possível troca envolvendo o atacante Robinho, cujo retorno é um desejo da cúpula santista para 2013, o meia revelou que gostaria de ter a oportunidade de jogar ao lado do Rei das Pedaladas, um dos maiores ídolos da história recente do clube praiano.

“Seria um sonho jogar com o Robinho. Se ele vier e eu ficar, melhor ainda. Ele seria muito bem-vindo. Não sei se vou sair, pois não chegou nada. Então, fico no Santos. Vou trabalhar forte para que 2013 seja uma temporada mais bem sucedida do que essa que está terminando”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade