Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Fla comemora 117 anos em meio à preparação para eleições de dezembro

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo comemorou seu aniversário de 117 anos e a questão política no clube foi um ponto bastante citado. Isto porque, no dia 3 de dezembro, acontecerá a eleição presidencial na sede rubro-negra. A presidente Patrícia Amorim, que tenta a reeleição, é considerada favorita, apesar das decepções dentro de campo.

Pela oposição, concorrem Ronaldo Gomlevsky, da Chapa Branca, Planeta Fla; Lysias Itapicurú, da Chapa Verde, Flamengo Nova Geração; Maurício Rodrigues, da Chapa Laranja, Orgulho de ser Rubro-negro; Jorge Rodrigues, da Chapa Rosa, Fla Único; e Eduardo Bandeira de Mello, da Chapa Azul, Flamengo Campeão do Mundo.

Durante a missa que foi realizada na Capela de São Judas Tadeu, Patrícia Amorim esteve ao lado de Jorge Rodrigues, que leu trechos da Bíblia. Há rumores de que ele possa abrir mão de sua candidatura em nome da reeleição da atual presidente, fato por enquanto negado com firmeza por Rodrigues, mas atestado por oposicionistas.

A indefinição política do Flamengo tem atrapalhado questões no clube, como a definição do elenco para a próxima temporada, a contratação de reforços e até mesmo a aprovação do contrato com a Adidas, tratado como uma espécie de salvação para as finanças do clube. Em relação aos jogadores, algumas peças que precisam ter o contrato renovado, ainda não assinaram.

Casos dos laterais Leonardo Moura e Wellington Silva, do volante Amaral e dos meias Wellington Bruno e Renato Abreu. Além disso, atletas que podem ser dispensados seguem sem saber nada sobre o futuro.

Casos do goleiro Marcelo Carnê, do zagueiro Arthur Sanches e dos volantes Rômulo e Maldonado, que serão comunicados que não fazem mais parte dos planos da comissão técnica. Todos perderam espaço com Dorival Júnior. O lateral esquerdo Magal está tendo o caso estudado, mas a rejeição da torcida deve prevalecer.

Patrícia Amorim assumiu o comando do Flamengo em janeiro de 2010 e vem sendo muito criticada pelo fraco desempenho do futebol em sua gestão. Ao longo de três anos, o clube ganhou apenas o título do Campeonato Carioca em 2011.

Além disso, viu algumas peças importantes do plantel deixarem a Gávea sem maiores esforços. Casos dos meias Ronaldinho Gaúcho, que se transferiu para o Atlético-MG insatisfeito com os atrasos salariais, e Thiago Neves, que no domingo passado se sagrou campeão brasileiro com a camisa do Fluminense.

Ainda sobre a comemoração, além da missa, as comemorações contaram com o toque de Alvorada e com a presença da charanga rubro-negra, tradicional banda que costuma animar jogos da equipe no futebol e em esportes amadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade