Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Gomlevsky abandona eleição no Fla e apoia rival de Patricia Amorim

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A disputa eleitoral no Flamengo esquenta a cada dia. Nesta terça-feira, mais um capítulo movimentou o processo para a escolha de um novo presidente. Ronaldo Gomlevsky, que participava da disputa pela Chapa Branca, anunciou que abriu mão de sua candidatura para apoiar Eduardo Bandeira de Melo, da Chapa Azul.

Gomlevsky  explicou na manhã desta terça que tomou a decisão por conta de um pedido de Zico. O maior ídolo da história rubro-negra vem apoiando Eduardo Bandeira de Melo.

“Recebi um documento do Zico no domingo pela manhã que foi o peteleco para eu tomar essa decisão. Ele é o meu maior ídolo, ídolo dos meus filhos e netos. A Chapa Branca decidiu, então, retirar a sua candidatura”, disse Gomlevsky.

O ex-candidato surpreendeu os jornalistas presentes à entrevista e afirmou que não tinha chances de vencer a disputa.

“Fizemos pesquisas que me mostraram que não tinha chance de ganhar. Mas, em terceiro lugar nas pesquisas, sei que podemos ser o fiel da balança. Os companheiros que quiserem marchar conosco devem seguir nesta caminhada”, explicou.

Com a desistência, o número de candidatos - seis - no início da disputa caiu pela metade, e apenas três nomes seguem no páreo para o pleito, marcado para a próxima segunda-feira, na sede de Gávea. Seguem na briga Eduardo Bandeira de Melo (Chapa Azul), Jorge Rodrigues (Chapa Rosa) e Patricia Amorim (Chapa Amarelo). Rodrigues recebeu nos últimos dias os apoios de Lysias Itapicurú e Maurício Rodrigues, que desistiram da disputa.

As pesquisas de opinião são contraditórias, mas a maioria aponta a vitória de Patricia Amorim, que mesmo tendo feito uma gestão pouco eficaz no futebol, tem apelo com o quadro social por conta de reformas na sede da Gávea. Eduardo Bandeira de Melo está em segundo nas pesquisas, mas o quadro pode ficar acirrado caso os votos de Ronaldo realmente migrem para Bandeira. Além disso, com as muitas adesões, é esperado o crescimento de Jorge Rodrigues. As movimentações políticas dos próximos dias devem ser fundamentais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade