Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Mingone afirma que desconhecia penhora de Mendes antes de negociação

Campinas (SP)

Após deixar a presidência do Guarani no sábado, Marcelo Mingone falou a respeito dos problemas jurídicos do atacante Bruno Mendes, negociado com o Botafogo. O ex-presidente garantiu que não tinha conhecimento da penhora do jogador quando completou a transferência.

“Quando eu vendi, não sabia de nada (em relação à penhora). Fiquei sabendo logo depois, mas já tínhamos negociado. Não dava para voltar atrás, só faltava assinar o contrato, mas mantenho a minha palavra: se eu fechei, está fechado”, afirmou.

Negociado por R$ 7 milhões a um grupo de empresários, Bruno Mendes foi registrado no Macaé e, então, emprestado ao Botafogo, apesar dos direitos econômicos do jogador estarem penhorados por conta de dívidas trabalhistas do Bugre.

Por conta de um processo movido pelo ex-zagueiro Andrei, no entanto, a Justiça do Trabalho ordenou, no dia 22 de outubro, o cancelamento do registro do jogador com o Botafogo, mas o atleta segue atuando pelo Glorioso.

Divulgação/Botafogo F. R.
Com apenas 18 anos, Bruno Mendes marcou seis gols em seis partidas desde que chegou ao Botafogo
 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade