Fórmula 1/Bastidores - ( - Atualizado )

Organização do GP da Coreia do Sul revela prejuízo de R$ 70 milhões

Yeongam (Coreia do Sul)

Os organizadores do GP da Coreia do Sul anunciaram nesta quarta-feira o prejuízo de 35 milhões de dólares (aproximadamente R$ 70,2 milhões) na realização da edição desta temporada da prova, disputada no dia 14 de outubro.

Presente na Fórmula 1 há três temporadas, a prova de Yeongam já havia ficado no vermelho em suas duas primeiras edições. Em 2010, os organizadores registraram perda de 50 milhões de dólares (cerca de R$ 100 milhões), enquanto em 2011 o prejuízo foi de 36,4 milhões (R$ 73 milhões).

“É difícil dizer qual o impacto desta perda no ano que vem. Apesar de haver muitas preocupações sobre a perda operacional, o déficit no terceiro ano consecutivo é apenas um efeito de curto prazo”, avalia um dos promotores da prova em entrevista à agência Reuters.

AFP
Dono do hit "Gangnam Style", Psy (centro) foi uma das atrações do GP de Yeongam deste ano, vencido por Vettel (dir.)
Apesar dos gastos em excesso, os organizadores da prova sul-coreana acreditam em sucesso da prova em um futuro próximo. “A longo prazo, a corrida irá trazer benefícios ao país. Além de abrir caminho para as montadoras da Coréia do Sul, ajudará também no surgimento de novas indústrias”, conclui.

O GP da Coreia do Sul tem contrato com a Fórmula 1 até 2016, e está programada para acontecer no dia 6 de outubro na próxima temporada. Em 2011, os organizadores da prova tentaram renegociar as verbas para sediar a prova com a FOM, em vão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade