Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Presidente confirma que ABC fechará ano com quase R$ 2 mi em dívidas

Natal (RN)

Próximo ao fim da temporada, o ABC já admite que terminará o ano com a conta no vermelho. Segundo o presidente do clube potiguar, Rubens Guilherme, que também acumula a função de vice de futebol, a dívida do exercício de 2012 chegará a R$ 1,8 milhões.

“Pelo levantamento inicial que fizemos, nosso passivo deverá atingir no máximo R$ 1,8 milhão. Minha meta era entregar o clube zerado, mas tivemos alguns problemas e vamos ter de administrar essa dívida na próxima temporada”, revelou o dirigente, em entrevista ao jornal Tribuna do Norte.

Os preparativos para 2013 já começaram, apesar de o clube ainda não ter garantido matematicamente a permanência na Série B. A intenção do mandatário do clube é gastar de maneira mais eficiente no próximo ano.

“Vamos tentar manter uma base e realizar contratações de atletas que possam dar mais competitividade à equipe. Só assim poderemos nos livrar das nossas dívidas”, comentou Guilherme, que pretende segurar o treinador Givanildo Oliveira.

Em 2012, foram quatro os comandantes da equipe. Antes de Givanildo, Leandro Campo, Márcio Goiano e Ademir Fonseca passaram pelo banco alvinegro. O elenco também foi inchado. Entre negociados e dispensados, 22 jogadores deixaram o clube desde o início do ano e outros tantos chegaram.

Durante o primeiro turno da Série B, o ABC se recusou a alugar o Frasqueirão ao arquirrival América-RN, o que poderia ter rendido R$ 3 milhões aos cofres do clube. Em julho, Guilherme também admitiu a perda de importantes receitas de patrocínio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade