Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Querendo se esquecer de 2012, Botafogo já planeja próxima temporada

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, vem mantendo reuniões constantes com Chico Fonseca, vice-presidente de futebol, Sergio Landau, diretor executivo, e Marcelo Murad, diretor financeiro, para traçar o planejamento para o próximo ano. A temporada de 2012 não vai deixar saudades em General Severiano, pois o time ficou com o vice-campeonato estadual, as eliminações precoces na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana e a fraca campanha no Campeonato Brasileiro, sem a tão sonhada vaga na Copa Libertadores da América.

Maurício Assumpção está convencido de que a culpa pelo fracasso de 2012 não deve cair na conta do técnico Oswaldo de Oliveira e nem na dos jogadores. O mandatário pretende anunciar no início da próxima semana a renovação de contrato do treinador e manutenção da maioria absoluta do plantel, que tem cerca de 90% com contrato de longa duração. Contratações pontuais serão feitas e terão como foco o Brasileirão, estratégia que já foi utilizada em anos anteriores.

Assumpção acredita que faltou planejamento ao departamento de futebol. Embora evite falar publicamente, o presidente botafoguense se irritou com a ausência de atacantes no elenco durante boa parte do Nacional, problema resolvido somente na reta final, com a chegada de Bruno Mendes. A contratação de Rafael Marques foi mal vista pelo presidente, que considerou um erro de Anderson Barros, gerente de futebol.

Divulgação/Botafogo F. R.
O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, já começará o planejamento do clube após o Brasileirão-2012
Além de não gostar da chagada de Marques, Assumpção se arrependeu de ter feito Anderson Barros acumular funções no clube, erro que não vai se repetir em 2013. O presidente do Alvinegro já vem mantendo contatos para contratar um gerente de futebol profissional, remunerado e que vai auxiliar Chico Fonseca, além de servir de elo entre diretoria e elenco. O nome que deverá ser confirmado é o do ex-zagueiro Gonçalves, aluno de Maurício em uma pós-graduação de gestão esportiva.

A chegada de Gonçalves e a manutenção de Chico Fonseca tornam o departamento de futebol pequeno para Anderson Barros, que já foi comunicado que não vai permanecer em 2013. Sua saída será confirmada em uma entrevista coletiva marcada para o próximo dia 4 de dezembro, pouco depois de terminar a participação botafoguense no Brasileiro. Anderson, que tem propostas de outros clubes, inclusive do Vasco, não conta com a simpatia dos torcedores, que costumam chamá-lo nos estádios e nas redes sociais de "flamenguista", em alusão à sua passagem pela Gávea.

A série de reuniões entre os membros da diretoria vai acabar na próxima semana, quando toda a estratégia para 2013 estará resolvida, embora só será comunicada após o término do Nacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade