Futebol/Campeonato Inglês - ( - Atualizado )

Roberto Mancini admite infelicidade de Džeko com a reserva no City

Manchester (Inglaterra)

O técnico do Manchester City, Roberto Mancini, sabe que Edin Džeko está infeliz com a condição de reserva do time. No entanto, o treinador afirmou que o atacante precisa reconhecer a concorrência no setor ofensivo, que conta com Tévez, Agüero e Balotelli.

“Eu sei que Edin não é feliz, mas creio que não há jogadores felizes no banco de reservas. Nós temos outros três atacantes muito importantes. Conquistamos o Campeonato Inglês da temporada passada pela boa qualidade ofensiva”, analisou o comandante italiano.

Neste final de semana, a equipe de Manchester venceu, de virada, o Tottenham, em casa, por 2 a 1, com um gol de Džeko, que entrou no segundo tempo, nos minutos finais. Após o triunfo, o atleta bósnio revelou o seu descontamento com a sua situação, mas evitou criticar Mancini.

“Uma mensagem para Mancini? Os gols são a minha mensagem. Só isso”, sintetizou Džeko, que se lembrou dos seus tentos decisivos nos momentos finais de outras partidas. “Não é a primeira vez que eu marco o gol da vitória. Mas é, sem dúvida, um sentimento bom”, finalizou.

AFP
O atacante bósnio de 26 anos Edin Džeko está infeliz no time, mas vem decidindo partidas com gols no final
Se permanecer no Manchester City em 2013, já que a janela de transferências internacionais reabre no próximo mês de janeiro, Džeko deverá ter um concorrente a menos, já que Balotelli, outro sem espaço no time inglês, poderá ser negociado para equilibrar as finanças do clube, que mira reforços.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade