Futebol/Bola de Ouro - ( - Atualizado )

Ronaldo nega inveja de Messi, mas diz que teve mais concorrência

Helder Júnior São Paulo (SP)

Ronaldo foi um dos convidados da Fifa no evento que anunciou Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Andrés Iniesta como candidatos à Bola de Ouro de melhor jogador do mundo em 2012. Vencedor do prêmio em 1997 e em 2002, quando atuou por Internazionale e Real Madrid, o ex-atacante ressalvou que o argentino do Barcelona tem menos trabalho para se destacar atualmente.

“Na época atual, Messi e Cristiano Ronaldo são os dois únicos que realmente brigam pela Bola de Ouro. No meu tempo, havia Zidane, Figo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Beckham... Era uma lista de dez prováveis vencedores. Se qualquer um desses ganhasse, seria justo”, diferenciou Ronaldo, nesta quinta-feira, em São Paulo.

Hoje empresário e membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, o ex-jogador fez questão de ponderar que não fica melindrado com a badalação em torno de Lionel Messi. “É muito justo o que ele está conquistando. Não tenho nenhum problema, vaidade ou inveja ao vê-lo superar qualquer recorde no mundo. Que ele conquiste tudo o que puder. Continuaremos assistindo ao seu futebol maravilhoso. Fico contente de apreciar pela televisão”, elogiou, político.

Para comprovar que não sente inveja de Messi, Ronaldo deu a sua opinião sobre a eleição do melhor do mundo desta temporada: “Na lista dos três finalistas, Messi e Cristiano Ronaldo estão um pouco à frente do Iniesta. Mas o Messi ainda está um degrau acima do Cristiano Ronaldo, que é fantástico e ganhará o prêmio em algum momento”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade