Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Sem opção, Valcke crê em garantias do Brasil pelas obras no Maracanã

Rio de Janeiro (RJ)

Dando início a mais um giro de visitas aos estádios da Copa do Mundo de 2014, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, esteve no Maracanã nesta segunda-feira e demonstrou confiança na conclusão das obras. Apesar das preocupações pela proximidade do prazo de entrega, o dirigente aposta nas garantias dadas pelos organizadores do Mundial no Rio de Janeiro.

Com 80% das obras prontas, o palco da final do Mundial em 2014 ficará pronto às vésperas da Copa das Confederações, mas não causa desconfiança entre os dirigentes da Fifa. “Tive reuniões com Eduardo Paes e com Sergio Cabral (prefeito e governador do Rio de Janeiro, respectivamente). O Ricardo Trade (diretor executivo do Comitê Olímpico Local) também confirmou que tudo estará pronto”, afirmou.

Além das garantias das autoridades locais, o secretário-geral lembra que, pela história e tradição, seria inviável pensar em uma Copa do Mundo no País sem a presença do lendário estádio. “Não imagino uma competição no Brasil sem o Maracanã. É um estádio muito especial. Estar aqui, me dá uma sensação particular, pois, em cerca de 20 meses, estaremos aqui para a decisão do Mundial”, lembrou.

Apesar de acreditar que o estádio ficará pronto para a Copa das Confederações, o dirigente pede calma aos brasileiros sobre a possibilidade de a Seleção inaugurar o Maracanã em um amistoso contra a Inglaterra em julho. O estádio tem 80% pronto. “Existe uma vontade da CBF para que exista esse amistoso e isso já foi passado ao Governo do Rio de Janeiro. Vamos ver com a Fifa se será possível, já que o estádio estará sob os cuidados da entidade”, ressaltou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade