Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Vanderlei Luxemburgo assina contrato por mais dois anos com o Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Enfim, a novela terminou – e com final feliz: Vanderlei Luxemburgo assinou, na tarde desta quinta, um contrato de mais duas temporadas com o Grêmio. A assinatura ocorreu em um prédio comercial na zona norte de Porto Alegre, e foi precedida de manifestações, tanto do treinador, quanto do presidente eleito, Fábio Koff. A seguir, ambos concederam entrevista coletiva.

Koff encheu de elogios o técnico, que não conquistou títulos em 2012, mas levou o Grêmio à Libertadores através de uma ótima campanha no Brasileirão, caindo nas graças dos torcedores. “Acertamos com o Vanderlei Luxemburgo desde o primeiro contato que tivemos. Nossas motivações eram as mesmas”, garantiu o dirigente, negando as especulações de que a nova diretoria não estaria na mesma sintonia do treinador.

“Estamos renovando com Luxemburgo não apenas pela história ou pelo sucesso recente aqui no Grêmio, mas principalmente porque, no período em que negociamos, nunca houve as divergências que foram faladas. Ele tem uma postura ética, de respeito ao contrato em vigor até o fim do ano. Em momento nenhum nos deu insegurança, mas sim a certeza de que será nosso parceiro nesta caminhada”, completou Koff, que revelou ter tentado contratar Luxa para o Grêmio em 1993, mas o treinador optou, na época, pelo Palmeiras.

Luxemburgo agradeceu a Fábio Koff e aos novos dirigentes gremistas pela confiança no trabalho. E enfatizou: “em momento algum negociei com outra equipe que não fosse o Grêmio. O projeto aqui dá grandes possibilidades. Na discussão do prazo, em que reivindiquei dois anos de contrato, não foi para me prevalecer. É pelo projeto”, salientou o técnico gremista.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Luxemburgo e Koff comemoram novo contrato; treinador colocou a conquista de títulos como prioridade para 2013
Apesar da boa temporada, Luxemburgo se mostrou descontente com os resultados obtidos pelo Grêmio (semifinalista da Copa do Brasil e, até o momento, vice-líder do Brasileirão). “Não estou satisfeito com o Grêmio deste ano. Fico contente por irmos à Libertadores, mas quero muito mais. Vejo o Grêmio como a bola da vez para conquistar grandes títulos. Quero ser um profissional que passou pelo sul e ganhou Libertadores e Campeonato Brasileiro”, projetou o treinador.

Luxemburgo revelou também que os gritos da torcida pedindo sua permanência durante a vitória sobre o São Paulo, no Olímpico, no último dia 11, foram uma de suas maiores conquistas pessoais na profissão de treinador. “Ganhei muita coisa por outros clubes, mas aqui ainda não ganhei nada. E mesmo assim recebi o carinho da torcida daquela forma”, explicou.

Luxa será o técnico do Grêmio nos dois primeiros anos da Arena, o novo estádio do clube, que será inaugurado no próximo dia 8. Em 2013, o Tricolor disputará quatro competições: o Gauchão e a Libertadores, no primeiro semestre, e a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, no segundo. Seu vínculo com o clube vai até 31 de dezembro de 2014.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade