Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Relaxamento e acomodação causaram derrota, diz Oswaldo de Oliveira

Rio de Janeiro (RJ)

Com um gol sofrido no fim do jogo, o Botafogo cedeu a virada ao Atlético-MG, neste domingo, em um resultado decepcionante para a equipe, que ficou na frente do placar na maior parte dos 90 minutos. Oswaldo de Oliveira estava visivelmente incomodado com a derrota e criticou a postura dos jogadores em campo.

“Eu acho que o cansaço é natural que aconteça, mas ele foi impulsionado por relaxamento, falta de concentração e acomodação com um adversário que perdeu um jogador”, disparou o treinador, que não se conformou com as chances desperdiçadas pelo Botafogo enquanto tinha a vantagem numérica em campo.

Na opinião de Oswaldo, o time deveria ter vencido para tentar terminar a temporada em alta. “Tivemos o jogo na mão o tempo todo. Tivemos chance de fazer o terceiro gol e desperdiçamos. É claro que isso me irritou porque a intenção era vencer jogo para ficar numa posição melhor”, reclamou o técnico, que fez apenas duas alterações durante o jogo, uma delas aos 45 minutos .

Desde que perdeu para o Sport na última rodada – e viu uma série invicta de sete jogos terminar – a equipe alvinegra não tem mais chances de chegar à Copa Libertadores de América, o que poderia ter deixado tirado a empolgação do elenco para os jogos finais do Brasileirão.

“Isso não justifica. Tínhamos que buscar o melhor resultado. Não podemos nos sentir desmotivados porque não temos pretensão palpável no Campeonato”, afirmou Oswaldo, que justificou erros de alguns atletas com a juventude do elenco.

“Eu não generalizo, mas alguns jogadores foram (ingênuos). Principalmente jogadores novos, que vinham bem, cometeram erros que não vinham cometendo. Mas é normal com quem está começando. Uma hora o erro aconteceria”, comentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade