Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Braga encerra sonho do Joinville e segue fora da zona da degola

Bragança Paulista (SP)

Em noite de opostos no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, o Bragantino bateu o Joinville por 1 a 0 com um gol irregular no primeiro minuto de jogo e se garantiu por mais uma rodada fora da zona de rebaixamento. Já os catarinenses saíram de campo lamentando o fim de qualquer chance para se manter na disputa pelo acesso.

Com o gol solitário e relâmpago do centroavante Caion, o Massa Bruta chega aos 38 pontos e torce para uma derrota do Guaratinguetá diante do Vitória para abrir boa vantagem na briga contra a degola. Na sexta posição, o Coelho já não pode mais atingir o G-4 do Nacional e apenas cumprirá tabela nas duas últimas partidas.

Na próxima rodada, a 37ª e penúltima da competição nacional, o Bragantino viaja para Fortaleza, onde encara o Ceará no estádio Presidente Vargas, às 16h20 (de Brasília) de sábado. No mesmo dia e horário, o Joinville recebe o Vitória na Arena Joinville.

Arte GE.Net
O jogo - Desesperado para definir sua permanência na Série B, o Bragantino partiu para o ataque desde o início e, logo no primeiro minuto da partida, abriu o placar. Bruno Iotti bateu escanteio na área e o centroavante Caion se aproveitou de falha da defesa e de posição irregular para balançar as redes.

A resposta do JEC também saiu de bobeada dos paulistas, quando Gilvan não conseguiu afastar cruzamento de Eduardo e deixou a bola nos pés do centroavante Lima, que acabou acertando a trave. O arqueiro do Massa Bruta repetiu a dose minutos mais tarde, mas foi o volante Leandro Carvalho quem desperdiçou.

Para se redimir da falha no gol bragantino, o goleiro Ivan apareceu bem no final do primeiro tempo. Diego Barboza pegou a sobra de cobrança de falta e, de frente para o gol, foi parado por grande defesa do camisa 1. No segundo tempo, Barboza resolveu servir os companheiros e deixou Iotti em boas condições para chutar e obrigar Ivan a segurar em dois tempos.

Na pressão, o Tricolor assustou em chute de fora da área de Jaílton e cabeçada de Pedro Paulo, até que Lima aproveitou sobra e mandou para o gol. Ligada no lance, a arbitragem anulou a jogada e frustrou os catarinenses.

Tentando manter vivo o sonho do acesso, o interino Marcelo Serrano lançou quatro atacantes na equipe, mas foi o Braga quem quase marcou em finalização do ala Diego Macedo. Apesar da posse de bola, o time do interior de Santa Catarina pouco finalizou e foi presa fácil para os zagueiros paulistas.

Com estratégia totalmente oposta à de Serrano, o experiente Vagner Benazzi mandou seus jogadores para o campo de defesa. Na retranca, o Braga passou a valorizar a posse de bola e gastar tempo em cada arremesso lateral e cobrança de falta, irritando o time do Joinville e fazendo a partida se arrastar até o apito final do árbitro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade