Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Botafogo vence, complica a Lusa e renova esperança do Palmeiras

Rio de Janeiro (RJ)

Ainda sonhando com uma vaga no G-4, o Botafogo venceu a Portuguesa por 3 a 0, neste sábado, no Engenhão, e diminuiu a diferença do São Paulo, quanto colocado, para cinco pontos. Com gols de Bruno Mendes, Fellype Gabriel e Vitor Júnior, os alvinegros chegaram a 54 pontos e dormirão na quinta posição. Já a equipe paulista segue com 40 e pode terminar a rodada muito próxima da zona de rebaixamento.

Além de complicar a Lusa no campeonato, o resultado conquistado pelo Botafogo ajuda o Palmeiras no Brasileiro. O time alviverde luta desesperadamente contra a degola e poderá diminuir a distância para o seu concorrente direto se sair vitorioso neste domingo, contra o líder Fluminense.

Arte GE.Net
Melhor durante os 90 minutos, o Botafogo abriu o placar aos 11 minutos, com Bruno Mendes. Na etapa final, os alvinegros desperdiçaram boas chances até marcarem o segundo, aos 21 mintuos, com Fellype Gabriel. Andrezinho ainda teve tempo de perder um pênalti antes de Vítor Júnior anotar o terceiro e colocar números finais ao confronto.

No próximo domingo, o Botafogo vai até Recife para encarar o Sport, mais uma equipe que briga contra o rebaixamento. No mesmo dia, a Portuguesa terá nova chance de se afastar da degola, em casa, contra o Grêmio.

O jogo - Precisando da vitória, a Portuguesa começou a partida tentando impor seu domínio. No entanto, o Botafogo rapidamente fez valer sua qualidade técnica e abriu o placar em sua primeira oportunidade. Aos 11 minutos, Bruno Mendes recebeu passe de Fellype Gabriel e só teve o trabalho de finalizar à esquerda de Dida.

Após o gol, o Botafogo seguiu melhor e chegava com mais facilidade ao ataque. Já a Portuguesa não abaixou a cabeça com o revés e buscou os avanços para tentar o empate. Aos 24, Marcelo Cordeiro cobrou falta e obrigou Jefferson a fazer boa defesa. Cinco minutos depois foi a vez de Ananias arriscar e quase acertar a meta alvinegra.

Agif
Bruno Mendes comprovou o ótimo rendimento com a camisa alvinegra e anotou o seu sexto gol em seis jogos
No entanto, com a vantagem no placar, o Botafogo seguia tranquilo e explorava os passes rápidos. Os donos da casa conseguiam chegar perto do gol, mas pecavam no último passe. Na melhor chance, Márcio Azevedo chutou para boa defesa de Dida.

O segundo tempo iniciou em ritmo acelerado. Logo com um minuto, o Botafogo desperdiçou duas grandes chances. Primerio, Fellype Gabriel recebeu passe dentro da área, mas demorou para finalizar e acertou a zaga. Depois, em cobrança de escanteio, Bruno Mendes escorou e a bola sobrou para Dória, mas o zagueiro tentou um voleio e furou.

A Portuguesa não se intimidou e quase empatou logo depois, quando Marcelo Cordeiro foi lançado e ficou de frente para Jefferson. Só que o goleiro dividiu com o jogador e impediu o avanço da Lusa.

As duas equipes marcavam mal e deixavam espaços na defesa. O Botafogo aproveitava melhor os avanços e por pouco não ampliou aos cinco minutos. Em nova cobrança de escanteio, Antonio Carlos cabeceou e a bola bateu no pé da trave direita de Dida. A partir daí, os donos da casa passaram a dominar a partida, mas seguiam desperdiçando chances de marcar.

Agif
A Portuguesa pecou na marcação e não teve forças para impedir a vitória carioca neste sábado
Dominada em campo e sem poder ofensivo, a situação da Portuguesa piorou aos 19 minutos. Menos de um minuto depois de receber cartão amarelo, o lateral esquerdo Marcelo Cordeiro reclamou com o assistente e acabou levando o vermelho. Não demorou muito e o Botafogo se aprovitou da vantagem. Aos 21 minutos, após cobrança de falta na área, Fellype Gabriel escorou de cabeça e a bola foi para a rede de Dida.

Após o novo revés, a Portuguesa não tinha forças para reagir. Com isso, o Botafogo permaneceu com o domínio da partida. Os alvinegros poderiam ter ampliado o placar aos 35 minutos, quando Andrezinho sofreu pênalti de Dida. No entanto, o goleiro acertou o canto e defendeu acobrança do meia.

Nos minutos finais, o Botafogo ainda perdeu mais algumas chances e só conseguiu marcar o terceiro aos 44 minutos, com Vítor Júnior. O meia aproveitou contra-ataque e bateu de bico para fechar a contagem em grande estilo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade