Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Flamengo marca de pênalti e consegue superar o Náutico nos Aflitos

Gazeta Press Recife (PE)

Com um gol de Renato Abreu, em cobrança de pênalti, o Flamengo venceu por 1 a 0 o Náutico, neste domingo, em Recife, e melhorou na classificação do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos, os rubro-negros chegaram a 47 e vão terminar a rodada na nona colocação. Já o pernambucanos permanecem com 45, ainda na zona de classificação para a Sul-americana.

A partida não foi bem disputada tecnicamente, mas as duas equipes mostraram muita disposição. A grande figura do Flamengo foi o goleiro Paulo Victor, que se saiu bem quando foi exigido. O Náutico esteve melhor durante grande parte dos 90 minutos, mas sofreu o gol em um pênalti marcado pelo árbitro que Renato Abreu cobrou com categoria.

Na próxima rodada, o Flamengo vai receber o desesperado Palmeiras, em Volta Redonda, no domingo. No mesmo dia, o Naútico vai até o Morumbi para enfrentar o São Paulo.

Arte GE.Net
O Jogo - O Náutico iniciou a partida sendo empurrado pela torcida que lotava os Aflitos e foi para cima do Flamengo. Nos primeiros minutos, os pernambucanos fizeram uma verdadeira blitz no campo ofensivo. No entanto, a primeira boa chance só aconteceu aos dez minutos. Após pressão na área carioca, a bola sobrou para Rhayner na entrada da área. O meia acertou chute forte, mas viu a bola desviar na zaga e ir para escanteio.

O lance animou os donos da casa, que seguiram melhores no jogo. O Flamengo buscava avançar, mas os visitantes se limitavam a buscar Vagner Love, que estava bem marcado. Sem ter problema na defesa, o Náutico partia para o ataque e teve outra boa chance aos 21 minutos. Após bola levantada na área, Kieza apareceu para cabecear, mas parou em ótima defesa de Paulo Victor.

Depois disso, o confronto diminuiu de intensidade, principalmente porque o Flamengo melhorou a marcação. Com isso, os lances de perigo pararam de acontecer. Somente aos 41 minutos, o Náutico chegou novamente perto do gol. Souza tocou para Danilo Santos dentro da área, mas o lateral chutou cruzado, em cima de Paulo Victor. Assim, o duelo foi em branco para o intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo melhorou e conseguiu chegar com mais facilidade ao ataque. No entanto, os cariocas deixavam espaços atrás e permitiam os avanços do Náutico. Mesmo assim, os rubro-negros tiveram a primeira boa chance aos nove minutos. Em ataque rápido, Felipe Dias tocou para Hernane, que chutou para boa defesa de Felipe. A resposta dos donos da casa veio sete minutos depois, quando Souza cobrou falta de longe, a bola desviou na barreira, mas Paulo Victor estava atento e fez a defesa.

A partir dai, o confronto ficou aberto, cm as duas equipes mais preocupadas em atacar. O Náutico se aproveitou melhor disso e quase abriu o placar aos 20 minutos. Rogério fez boa jogada individual pela direita, passou por três marcadores e chutou, mas em cima de Paulo Victor. Seis minutos depois, em contra-ataque rápido, Araújo lançou, que finalizou para fora, desperdiçando ótima oportunidade.

Aos poucos, o Naútico foi dominando novamente o duelo, mas foi quando sofreu orevés, aos 36 minutos. O árbitro marcou pênalti de Jean Rolt em Wellingto Bruno. Na cobrança, Renato Abreu bateu no canto, sem chance para Felipe.

Nos minutos finais, o Náutico foi com tudo em busca do empate, mas acabou desperdiçando as chances de conseguir sair de campo com pelo menos um ponto.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade