Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Portuguesa empata com Grêmio e rebaixa Palmeiras para Série B

São Paulo (SP)

Após abrir dois gols de vantagem, a Portuguesa vacilou e empatou por 2 a 2 com o Grêmio no estádio Canindé, em São Paulo, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, o Palmeiras, que empatou com o Flamengo por 1 a 1 no Engenhão, teve o rebaixamento confirmado.

O Grêmio chega aos 67 pontos e se aproxima de garantir a segunda colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, já que o terceiro colocado, Atlético-MG, soma 66 pontos. Em situação oposta, a equipe paulista é a 16ª colocada, com 41 pontos, e segue em busca de evitar a queda para a Série B, estando um ponto a frente do primeiro clube dentro da zona de rebaixamento, Sport.

O próximo compromisso da Portuguesa nesta edição do Campeonato Brasileiro será realizado no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), quando o time comandado por Geninho mede forças com o Internacional no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). No mesmo dia e horário, o Grêmio enfrenta o rebaixado Figueirense no Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

O jogo: Em busca da vitória para se distanciar da zona de rebaixamento, a Portuguesa tentou pressionar o clube gaúcho no início da partida. No entanto, desfalcada por atletas importantes, como o goleiro Dida e o lateral esquerdo Marcelo Cordeiro, o time comandado pelo treinador Geninho ofereceu pouco perigo ao goleiro Marcelo Grohe nos primeiros minutos do confronto.

O Grêmio, sem contar com o atacante Kleber (lesionado), entrou em campo com cinco jogadores atuando no meio-campo visando aumentar o poder de criação da equipe, mas a tentativa de Vanderlei Luxemburgo não deu certo. Em sucessivas trocas de passes, os atletas do clube gaúcho não encontravam espaços na zaga adversária e sofriam para gerar oportunidades reais de gol.

A partida ganhou ritmo lento e nenhum dos times conseguiu se impor no gramado do Canindé. Aos 31 minutos, o Grêmio chegou a balançar as redes do gol defendido por Gledson, quando Werley aproveitou cruzamento de Elano e não deu chances ao arqueiro rival. Entretanto, o impedimento já estava marcado e o árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique anulou a jogada.

Após um primeiro tempo de poucas chances de inaugurar o marcador, a Portuguesa teve a oportunidade de ficar em vantagem aos 44 minutos. Moisés achou Boquita pelo lado direito, o meio-campista cruzou e encontrou Rogério, que entrou na área, subiu mais alto que a zaga adversária e cabeceou forte, mas Marcelo Grohe fez ótima defesa e fez com que a etapa inicial terminasse empatada por 0 a 0.

No segundo tempo, a equipe rubro-verde repetiu o que realizou na etapa inicial e começou atuando de maneira ofensiva. Boquita, logo no primeiro minuto, desceu pelo lado direito e chutou forte no canto esquerdo, fazendo Marcelo Grohe realizar mais uma defesa importante. Com isto, a pressão não demorou a obter resultado.

Quatro minutos mais tarde, Moisés dividiu com Naldo dentro da área, ficou caído no gramado e Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Na cobrança, o próprio meio-campista assumiu a responsabilidade e chutou rasteiro, no meio do gol, abrindo o placar no Canindé.

O desempenho gremista e o gol adversário fizeram Vanderlei Luxemburgo buscar alternativas no banco de reservas. De uma vez só, o treinador pentacampeão nacional colocou Marquinhos, Leandro e André Lima nas vagas de Anderson Pico, Elano e Marcelo Moreno, respectivamente. As mudanças não causaram melhora imediata no desempenho do clube gaúcho, que seguiu sendo dominado pelo rival.

Mesmo em vantagem no marcador, a Portuguesa não abandonou o setor ofensivo e continuou tentando balançar as redes do Grêmio. Um dos destaques na campanha que recolocou o clube rubro-verde na elite do futebol nacional, o lateral Luis Ricardo era uma das principais peças de criação da equipe paulista, que concentrava suas ações pelo lado direito.

A insistência pelos lados do campo foi recompensada aos 16 minutos. Após trama de passes, Luis Ricardo achou Léo Silva na entrada da área. Livre de marcação, o volante chutou rasteiro, no canto esquerdo, e anotou o segundo gol no Canindé.

Em desvantagem, o Grêmio aumentou sua presença no setor ofensivo. Marquinhos dividiu com Zé Roberto a função de organizar as jogadas no meio-campo e passou a coordenar o setor. As alterações feitas por Vanderlei Luxemburgo começaram a surtir efeito e o clube gaúcho foi para cima da equipe da casa.

Substituto de Anderson Pico, Marquinhos assumiu a responsabilidade de cobrar as faltas marcadas para o Grêmio. Em uma delas, aos 27 minutos, o meio-campista levantou na cabeça de André Lima, que subiu sozinho e diminuiu a desvantagem da equipe tricolor.

O papel de protagonista de Marquinhos recebeu ainda mais destaque cinco minutos depois. O meio-campista desceu pelo lado direito e encontrou Zé Roberto no meio da área. Revelado para o futebol na Portuguesa, o camisa dez dominou com calma, puxou para o lado direito e tocou na saída de Gledson, igualando o marcador.

Empolgado com o empate, o Grêmio ainda tentou buscar a virada e cedeu espaços ao time paulista no setor defensivo. No entanto, nenhuma das equipes conseguiu alterar o placar e o jogo terminou em igualdade em São Paulo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade