Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

ABC-RN e América-RN empatam por 2 a 2 em clássico com sete expulsões

Natal (RN)

Mesmo sem chances de buscar acesso ou evitar o rebaixamento em 2012, ABC-RN e América-RN disputaram um Clássico Rei com ânimos exaltados, neste sábado, na rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro da Série B. Em partida marcada por sete expulsões e apito final antes da hora graças ao Mecão, que não tinha o número mínimo de atletas em campo, a igualdade deu o tom: 2 a 2.

Isac teve que marcar em dose dupla para colocar o América-RN em vantagem duas vezes, mas Vinícius e Bileu buscaram o empate nas duas oportunidades, contando ainda com atuação de gala do atacante Éderson, que criou as melhores chances. O time da Frasqueira encerra a temporada como 12º colocado, enquanto o Dragão fica em 9º.

Além do volante Ricardo Baiano e do técnico Roberto Fernandes, logo aos cinco minutos do segundo tempo, o América-RN teve as expulsões de Isac, Cléber, Michael Schmoller e Lúcio Curió em um intervalo de cinco minutos. Já o ABC terminou a partida sem Vinícius e Bileu, os autores dos gols.

Arte GE.Net
O Jogo - Em partida marcada pela rivalidade e pela chance de fechar a temporada 2012 com ‘chave de ouro’, o ABC-RN começou exercendo forte pressão diante do frágil América-RN, que criou poucas chances de gol no primeiro tempo, apostando apenas nos contra-ataques puxados por Pingo e Isac. Já o time da casa, com base nas trocas de passe e movimentação ofensiva, teve oportunidades reais de abrir o placar no início, mas não aproveitou.

Logo nos primeiros cinco minutos, a forte pressão do ABC quase se converteu em gol quando Bileu fez lançamento para Éderson, mas o atacante adiantou demais a bola e não mais. Após a jogada, para esfriar os ânimos dos anfitriões, o goleiro Dida ficou caído no gramado recebendo atendimento médico. No lance seguinte, Adriano Pardal teve oportunidade de inaugurar o marcador após cobrança de escanteio de Raul e saída erra de Dida do gol.

Com Pingo descendo pela esquerda e Isac do outro lado, o América-RN chegava com frequência ao campo de ataque, mas não havia criação de jogadas. Responsável por essa função pelo ABC-RN, Éderson teve chances importantes aos 15 minutos, quando passou por dois defensores e bateu de fora da área, na trave, e também aos 25, quando cobrou falta colocada por cima do gol de Dida. Aos 40, novamente na bola parada, o goleiro do América-RN defendeu boa cobrança de Éderson.

Depois de ser pressionado durante todo o primeiro tempo, o América-RN contou com o erro do goleiro Andrey ao oferecer rebote em chute de Lúcio para abrir o placar com Isac logo no primeiro minuto da etapa complementar. Provisoriamente derrotado, o ABC partiu ao campo de ataque, criou algumas chances com Éderson, mas só reagiu mesmo quando foram efetuadas as expulsões do volante Ricardo Baiano e do técnico Roberto Fernandes pelo Mecão.

Após cobrança de escanteio de Raul, aos sete minutos, Éderson desviou para o meio da área, onde o zagueiro Vinícius completou para o fundo das redes de Dida. Mesmo com um jogador a mais e novamente pressionando, o ABC demorou dez minutos para levar o segundo gol do América-RN. Norberto levantou a bola pela direita e Isac balançou as redes de Andrey para marcar seu segundo gol na partida.

Também em jogada de escanteio, Bileu fez o domínio dentro da área e bateu rasteiro para o fundo das redes, com tentativa frustrada de desvio por parte da defesa do América-RN. Sem lances de perigo, mas ânimos exaltados e clima tenso, a partida terminou com oito expulsões, incluindo a do técnico Roberto Fernandes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade