Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Braga vira sobre o Ceará e segue fora da zona de rebaixamento

Fortaleza (CE)

Mesmo sofrendo um gol logo no primeiro minuto, o Bragantino não se abalou e buscou a virada fora de casa para derrotar o Ceará por 2 a 1 e seguir fora da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.

O placar foi aberto por um gol relâmpago de Robert após cobrança de escanteio. Malaquias empatou ainda no primeiro tempo finalizando de perna esquerda um bom passe de Diego Macedo.

A partida, no entanto, foi decidida na etapa final. Aos 32 minutos, Potiguar cometeu pênalti e recebeu o segundo cartão amarelo. Diego Macedo cobrou e garantiu os três pontos para o Bragantino. Robert ainda teve a chance de empatar o jogo, mas cobrou pênalti direto para fora aos 43 do segundo tempo.

Assim, o Braga, que precisava da vitória para ficar fora da zona de rebaixamento, chega aos 41 pontos na 15ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro faltando uma rodada, superando o Guarani graças à derrota do Bugre para o CRB por 2 a 1. Enquanto isso, o Ceará, sem maiores objetivos na temporada, continua com 46 pontos.

Arte GE.Net
O jogo - O Ceará precisou de apenas um minuto para abrir o placar. Após cobrança de escanteio, Heleno ajeitou de cabeça para Robert cabecear novamente, dessa vez para o fundo das redes.

Precisando da vitória, o Bragantino criou sua primeira oportunidade de gol aos dez minutos, mas André Vinícius pecou na finalização após cruzamento de Bruno Iotti. O jogo, truncado no meio-campo, tinha faltas em excesso e poucas chances de perigo.

Mesmo nesse cenário, porém, o Braga empatou o jogo aos 26 minutos. Após jogada individual de Diego Macedo pela direita, Malaquias recebeu na área e bateu cruzado para igualar o jogo.

A resposta mandante veio cinco minutos depois, com Magno Cruz cortando a marcação pela direita da área e batendo com perigo ao gol. Aos 38, Gilvan fez bela defesa em finalização de Magno Cruz após passe de Mota. O atacante voltou a ter oportunidade aos 43, mas finalizou mal após invadir a área.

O Ceará começou a etapa final levando perigo com cobrança direta de falta de Mota, aos sete minutos. Aos 15, Leandro Chaves recebeu de Magno Cruz e bateu forte para boa defesa de Gilvan. Apesar das chances do Vozão, a partida ainda era marcada pelas faltas: foram cinco cartões amarelos nos 29 primeiros minutos.

O sexto cartão do segundo tempo, no entanto, foi de outra cor. Potiguar não só cometeu pênalti aos 32 minutos como recebeu o cartão vermelho e deixou o Ceará com um a menos. Na cobrança, Diego Macedo não perdoou e completou a virada do Braga. O Vozão também teve um pênalti a favor, mas não teve a mesma sorte. Após falta de Brunos Iotti, Roberto cobrou a penalidade à direita do gol de Galvan.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade